Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

campus

campuscampus | n. m.
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

campus |cámpus|


(palavra latina)
nome masculino

Área onde se concentram edifícios, instalações e terrenos de uma universidade. = CÂMPUS

Plural: campi.Plural: campi.
pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "campus" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Anagramas

Esta palavra em blogues

Ver mais

...um conjunto de 10 vídeo/aulas ministradas no INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA, CAMPUS MOSSORÓ..

Em a peida é um regalo ... do nariz a gente trata

encarnada e começou a treinar esta semana no Benfica Campus com a equipa de sub-19..

Em Fora-de-jogo

A segunda partida é na próxima quarta-feira, no Benfica Campus ..

Em O INDEFECTÍVEL

...Evandro Firmino atuou no IFRN por 23 anos, ficando à frente da direção-geral do campus Ipanguaçu no período de 2008 a 2016..

Em www.blogrsj.com

Figueira seja marcada pela instalação de um campus universitário [da Universidade de Coimbra] que permita pôr a Figueira no grupo das cidades...

Em Outra Margem
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


Monitorar ou monitorizar?
Os verbos monitorar e monitorizar são formações correctas a partir do substantivo monitor, a que se junta o sufixo verbal -ar ou -izar, e têm o mesmo significado, pelo que são sinónimos. A opção por um ou por outro cabe ao utilizador; no entanto, os dicionários que seguem a norma europeia da língua portuguesa parecem preferir a forma monitorizar, pois é esta a única forma que aparece registada no Grande Dicionário Língua Portuguesa (Porto Editora, 2004) ou no Grande Vocabulário da Língua Portuguesa, de José Pedro Machado (Âncora Editora, 2001) e a edição portuguesa do Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa (Círculo de Leitores, 2002) remete monitorar para monitorizar. Os dicionários que seguem a norma brasileira da língua portuguesa remetem geralmente monitorizar para monitorar, como é o caso da edição brasileira do Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa (Objetiva, 2001) ou do Novo Dicionário Aurélio da Língua Portuguesa (Positivo, 2004).



Em português, qual é a regra para a atribuição de género a estrangeirismos?
A atribuição de género a estrangeirismos e a empréstimos varia consoante a língua de origem. Aos estrangeirismos ingleses (que geralmente são de género neutro), é atribuído frequentemente o género masculino (ex.: ketchup, server), havendo, no entanto, muitos casos de estrangeirismos ingleses que no sistema linguístico português são geralmente considerados femininos, geralmente por analogia ou por relações de sinonímia com outras palavras relacionadas (ex.: password, party, homepage).

Se os estrangeirismos terminarem em a, há também uma maior tendência para a atribuição do género feminino, apesar de haver casos de palavras com essa terminação com género masculino ou com ambos os géneros, como por exemplo a palavra vodca.

De uma maneira geral, especialmente no que toca a empréstimos e estrangeirismos com origem em língua românicas, há uma propensão para a manutenção do género de origem. Claro que há variadas excepções a esta regra, sendo as mais frequentes aqueles em que há adaptação para o português (ex.: bricolage s. m. / bricolagem s. f., garage s. m. / garagem s. f.).

pub

Palavra do dia

ux·te ux·te


(origem expressiva ou onomatopaica)
interjeição

Expressão usada para afastar ou mostrar repulsa. = APRE, ARREDA, IRRA

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/campus [consultado em 25-09-2022]