Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub

pub
caixacaixa | s. f. | s. 2 g. | s. m.
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

cai·xa cai·xa
(latim capsa, -ae, caixa para livros ou papiros)
substantivo feminino

1. Qualquer recipiente rígido usado para guardar ou transportar alguma coisa.Ver imagem

2. O que cabe nesse recipiente.

3. Arca pequena ou mediana. = BOCETA, COFRE

4. Encaixe em que entra alguma peça.

5. Compartimento para encerrar ou proteger um mecanismo (ex.: caixa do elevador).

6. Cofre ou receptáculo de dinheiros em estabelecimentos comerciais.

7. Escritório, repartição ou local onde se fazem pagamentos ou recebimentos (ex.: o pagamento é feito na caixa).

8. Registo de pagamentos e recebimentos (ex.: antes de sair, é preciso fazer a caixa).

9. Nome dado a certos estabelecimentos financeiros, destinados a crédito ou a aplicação e gestão de fundos (ex.: caixa económica).

10. Vão ocupado pela parte de baixo de uma escada que leva a um andar superior.

11. [Tipografia]   [Tipografia]  Tabuleiro nos caixotins do tipo de imprensa.

12. [Tipografia]   [Tipografia]  Conjunto de traços à volta ou aos lados de um texto.

13. Texto, normalmente jornalístico, a que se dá destaque gráfico.

14. [Música]   [Música]  Tambor, geralmente pequeno e com membranas dos dois lados.

15. [Teatro]   [Teatro]  Parte do teatro reservada aos actores, nomeadamente o palco e os bastidores.

substantivo de dois géneros

16. Empregado que tem a caixa a seu cargo, nomeadamente uma caixa registadora.

substantivo masculino

17. Livro para registar débitos e créditos.


caixa alta
[Tipografia]   [Tipografia]  Letra maiúscula ou conjunto de letras maiúsculas.

caixa automática
Equipamento, colocado em locais públicos, que permite efectuar serviços bancários, através de um cartão bancário.

caixa automático
O mesmo que caixa automática.

caixa baixa
[Tipografia]   [Tipografia]  Letra minúscula ou conjunto de letras minúsculas.

caixa craniana
[Anatomia]   [Anatomia]  Conjunto dos ossos da cabeça que, ligados entre si, formam uma caixa óssea que encerra e protege o encéfalo, estando excluído o esqueleto da face. = CRÂNIO CEREBRAL, NEUROCRÂNIO

caixa das almas
O mesmo que caixa das alminhas.

caixa das alminhas
Recipiente para as esmolas em igrejas católicas. = ALMINHAS, CAIXA DAS ALMAS

caixa de calefacção
Parte superior da prensa de estampar, onde se faz o aquecimento.

caixa de correio
Receptáculo para enviar ou receber cartas e outra correspondência postal.Ver imagem

Programa informático para gerir correio electrónico.

caixa de derivação
[Electricidade]   [Eletricidade]   [Eletricidade]  Caixa de plástico ou metal, saliente ou embutida numa parede, que serve para fazer várias ligações eléctricas, de modo a que estas não fiquem à vista e estejam protegidas.Ver imagem

caixa de inspecção
O mesmo que caixa de visita.

caixa de marchas
[Brasil]   [Brasil]   [Mecânica]   [Mecânica]  Local que encerra as engrenagens de mudança de velocidade. (Equivalente no português do Brasil: caixa de velocidades.)

caixa de mudanças
[Mecânica]   [Mecânica]  O mesmo que caixa de velocidades.

caixa de Pandora
Origem de todos os males. = BOCETA DE PANDORA

caixa de surpresas
O mesmo que caixinha de surpresas.

caixa de velocidades
[Portugal]   [Portugal]   [Mecânica]   [Mecânica]  Local que encerra as engrenagens de mudança de velocidade. (Equivalente no português do Brasil: caixa de marchas.)

caixa de visita
Abertura utilizada geralmente para permitir o acesso a sistemas de saneamento, de drenagem de águas ou esgotos, mas também de sistemas hidráulicos, eléctricos ou de telecomunicações. = CAIXA DE INSPECÇÃO, PORTA DE VISITA

caixa dois
[Brasil, Informal]   [Brasil, Informal]  Conjunto de valores que não entra nos registos contabilísticos legais e é usado para fins ilícitos ou para fuga ao fisco. (Equivalente no português de Portugal: saco azul.)

caixa do rosto
As feições.

caixa do tímpano
[Anatomia]   [Anatomia]  Cavidade do ouvido médio.

caixa electrónico
O mesmo que caixa automática.

caixa negra
Aparelho registador de um avião ou de outro veículo, que permite verificar como se desenvolveu um percurso. [Forma mais frequentemente dicionarizada no Brasil: caixa-negra.] = CAIXA PRETA

caixa postal
[Brasil]   [Brasil]  Receptáculo alugado, em estação de correios, e onde é lançada, pelos serviço postal, a correspondência destinada ao assinante. (Equivalente no português de Portugal: apartado.)

caixa postal de voz
Sistema automático que permite receber e gravar mensagens telefónicas que podem ser ouvidas posteriormente. = CORREIO DE VOZ

caixa preta
O mesmo que caixa negra. [Forma mais frequentemente dicionarizada no Brasil: caixa-preta.]

caixa torácica
[Anatomia]   [Anatomia]  Cavidade limitada pelas costelas, vértebras e pelo esterno e diafragma. = ARCA DO PEITO, TÓRAX

fora da caixa
Que sai fora dos padrões considerados normais ou comuns.

não dar uma para a caixa
[Informal]   [Informal]  Não responder ou não fazer algo de modo acertado (ex.: parece que eles não deram uma para a caixa na entrevista).

pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "caixa" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Palavras vizinhas

Esta palavra em blogues

Ver mais
Blogues do SAPO

Esta palavra no Twitter

Dúvidas linguísticas


Qual é o género da palavra própolis? Tanto quanto sei, é apenas substantivo feminino, apesar de haver quem use a palavra como sendo masculina mas, quanto a mim, de forma errada.
A classificação da palavra própolis (o própolis ou a própolis) não é consensual nas principais obras lexicográficas portuguesas.

Com efeito, no Grande Dicionário da Língua Portuguesa (10.ª ed., Lisboa: Editorial Confluência, 12 vol., 1949-1959), de António de Morais Silva, própolis é classificada apenas como substantivo masculino. A mesma opção é seguida por José Pedro Machado no Grande Dicionário da Língua Portuguesa (12 vol., Porto: Amigos do Livro Editores, 1981) mas, no Grande Vocabulário da Língua Portuguesa (Lisboa: Âncora Editora, 2001), do mesmo autor, já se encontra própolis com indicação: “s. m. e s. f.”. Não se pense porém que a indicação dos dois géneros é recente, pois o Dicionário de Língua Portuguesa (10.ª ed., 2 vol., Lisboa: Livraria Bertrand, 1949), de Cândido de Figueiredo, já registava essa opção. Na tradição lexicográfica brasileira a questão não é problemática, já que tanto própolis como própole são considerados substantivos femininos ou substantivos masculinos.

Pesquisas em corpora e em motores de busca da Internet revelam que o emprego de própolis como substantivo feminino é mais frequente mas que também existem ocorrências muito significativas de própolis como substantivo masculino. A flutuação de género que se verifica no uso real da língua e na própria dicionarização da palavra justifica a classificação de própolis como substantivo feminino ou masculino de dois números.




Qual é a ortografia correcta para esta antiga república soviética: Bielorússia, Bielorrússia ou Bielorúsia?
Das três hipóteses apresentadas, a forma correcta é Bielorrússia, pois as consoantes duplas -rr- e -ss- são, em contexto intervocálico, a grafia que se adequa à pronúncia Bielo[R]ú[s]ia.

Relativamente a este topónimo, ou ao seu gentílico (bielorrusso, como poderá verificar no Dicionário Priberam), pode eventualmente colocar-se ainda o problema da divergência na grafia entre a norma portuguesa e a norma brasileira do português, onde a tradição lexicográfica regista formas diferentes: Bielorrússia e bielorrusso na norma portuguesa e Bielo-Rússia e bielo-russo na norma brasileira. Saliente-se que esta é uma divergência que não é resolvida com o novo Acordo Ortográfico de 1990 e que deverá manter-se.

pub

Palavra do dia

cri·ou·lo cri·ou·lo
(criar + -olo)
substantivo masculino

1. Descendente de europeus nascido na América.

2. Negro nascido no Brasil.

3. [Brasil]   [Brasil]  Pessoa, animal ou vegetal, próprio de certas localidades.

4. [Linguística]   [Lingüística]   [Linguística]  Língua, originada pelo contacto intenso de uma língua europeia com as línguas, nativas ou não, faladas numa região, que combina e transforma traços dessas línguas e que se tornou língua materna de uma comunidade (ex.: crioulo de base lexical portuguesa; crioulo de base francesa).

5. [Linguística]   [Lingüística]   [Linguística]  Língua de base lexical portuguesa, falada em Cabo Verde, que engloba diferentes variedades.

adjectivo
adjetivo

6. [Linguística]   [Lingüística]   [Linguística]  Que é relativo a um crioulo.

7. [Linguística]   [Lingüística]   [Linguística]  Que é relativo ao crioulo de Cabo Verde.

8. [Brasil]   [Brasil]  Nascido em certa localidade. = ABORÍGENE, AUTÓCTONE

pub

Mais pesquisadas do dia

Siga-nos



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2013, https://dicionario.priberam.org/caixa [consultado em 21-02-2019]