Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

cabeça-seca

cabeça-secacabeça-seca | n. m.
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

ca·be·ça·-se·ca ca·be·ça·-se·ca


nome masculino

1. [Brasil, Depreciativo]   [Brasil, Depreciativo]  Escravo negro.

2. [Brasil, Depreciativo]   [Brasil, Depreciativo]  Indivíduo pertencente a uma corporação ou instituição que tem como função garantir a segurança e a ordem públicas e combater infracções à lei. = CALANGO, GAFONHA, MEGANHA, POLICIAL

Plural: cabeças-secas.Plural: cabeças-secas.
pub

Parecidas

Esta palavra em blogues

Ver mais

Senhor do Bonfim. No dia 24, ele foi transferido para o Hospital Promatre, em Juazeiro, onde morreu dois dias depois. Ainda segundo a gestão municipal, o rapaz, que não teve o nome divulgado, apresentou tosse seca , coriza, dor muscular, dor de cabeça , desconforto respiratório e apresentou dessaturação

Em Rede Brasil de Noticias - O Point da Informação

quando confirmasse que eu havia pego COVID – esse seria o primeiro dia de sintomas. Ao longo dos dias, desde lá, eu melhorava, e – exceto por uma dor de cabeça que surgia uma vez por dia (e que eu associava à cervical, colchão diferente, etc) e alguma tosse seca eventual, estava muito bem. O plano era

Em A Sopa no Exílio

dos outros. E depois veio o Boom do Ano 2000, o atentado do World Trade Center e os que lhe sucederam. Veio a crise do Suprime, o FMI e quando finalmente a ressaca estava a melhorar a Pandemia do Covid19. Ainda temos a boca seca e a dor de cabeça sensível ao som, a ressaca tem já duas décadas e parece

Em ocheirodaterramolhada.blogspot.com

, mas seguindo o costume da época, decepou a cabeça de Lampião. Maria Bonita ainda estava viva, apesar de bastante ferida, quando foi degolada. O mesmo ocorreu com Quinta-Feira, Mergulhão (os dois também tiveram suas cabeças arrancadas em vida), Luis Pedro, Elétrico, Enedina, Moeda, Alecrim, Colchete (2

Em Geopedrados

che i piedi vanno piano, fanno passi lenti la testa, invece, corre veloce lì, dove nessuno può arrivare. OS PÉS Precisamos de um pouco de tinta para manchar este branco um pincel de negro para cobrir a aparência, poderíamos usar até graxa de sapato, que sempre seca porque ninguém nunca usa. Ambos os

Em Viva a Poesia
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


Devo usar o termo implementador, ou aconselham algum outro?
O vocábulo implementador parece ser de formação recente (a partir de implementar + sufixo -dor) e não se encontra averbado pelos principais dicionários de língua. Ainda assim, implementador obedece às regras de boa formação morfológica, tal como outros casos formados a partir do sufixo -dor (exprimindo a noção de "agente") e que já se encontram atestados lexicograficamente: alimentador, desfragmentador, instrumentador, etc.

Pesquisas em corpora e em motores de busca da Internet revelam que o termo implementador vem sendo usado, sobretudo na área da informática, como adjectivo (ex.: entidade implementadora, parceiros implementadores) e como substantivo, designando a pessoa ou a entidade que implementa (ex.: implementadores de páginas HTML, a empresa surgiu no mercado das tecnologias de informação como implementadora).




Está correto dizer macérrimo para uma pessoa muito magra?

O superlativo absoluto sintético simples dos adjectivos (aquele que exprime, através de uma só palavra, um elevado grau de determinado atributo ou qualidade) forma-se, em português, através da adjunção do sufixo -íssimo ao adjectivo (ex.: vulgaríssimo, tristíssimo, cheiíssimo).

Alguns adjectivos, porém, apresentam um superlativo alternativo, derivado do superlativo latino. É o caso de magro, que forma, além do superlativo regular magríssimo, o superlativo irregular macérrimo (do latim macerrìmus, -a, -um, superlativo de màcer “magro, debilitado”), tal como célebre (celebérrimo ou celebríssimo), pobre (paupérrimo ou pobríssimo), próspero (prospérrimo ou prosperíssimo).

Outros casos de superlativos eruditos incluem formas terminadas em -imo, como fácil (facílimo ou facilíssimo), bem como formas que derivam do latim ou que recuperam parte do radical latino, como simples (simplicíssimo ou simplíssimo), respeitável (respeitabilíssimo), ineficaz (ineficacíssimo), chão (chaníssimo).

Não há muitos superlativos eruditos, sendo fácil encontrá-los elencados em compêndios gramaticais, como na Nova Gramática do Português Contemporâneo (Lisboa: Edições Sá da Costa, 1998, pp. 258-259).

Recentemente, o sufixo -érrimo, característico de superlativos eruditos, tem sido usado, seja por desconhecimento, seja por ironia, em formações novas, inexistentes no latim, como chatérrimo (em vez de chatíssimo) ou chiquérrimo (em vez de chiquíssimo). No caso do adjectivo magro, este sufixo gerou ainda a forma magérrimo, dispensável em registos de língua cuidados.

pub

Palavra do dia

a·bro·que·lar a·bro·que·lar

- ConjugarConjugar

(a- + broquel + -ar)
verbo transitivo

1. Dar a forma de broquel a.

verbo transitivo e pronominal

2. Cobrir ou defender-se com broquel ou escudo (ex.: tentaram abroquelar o rei dos tiros do regicida; os soldados abroquelavam-se nas couraças).

3. [Figurado]   [Figurado]  Dar ou procurar resguardo ou protecção (ex.: não podemos abroquelar os fortes e desproteger os fracos; abroquelava-se do ruído e da confusão). = AMPARAR, DEFENDER, PRECAVER, PROTEGER, RESGUARDAR


SinónimoSinônimo Geral: BROQUELAR

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/cabe%C3%A7a-seca [consultado em 26-10-2021]