PT
BR
Pesquisar
Definições



boró

Será que queria dizer boro?

A forma boróé[nome masculino].

Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!
boró1boró1
( bo·ró

bo·ró

)


nome masculino

1. [Brasil: Norte, Nordeste] [Brasil: Norte, Nordeste] [História] [História] Ficha ou vale emitido por particulares ou por municipalidades que circulava como moeda divisionária no fim do século XIX e no início do século XX.

2. [Brasil: Norte, Nordeste] [Brasil: Norte, Nordeste] Dinheiro.

3. [Brasil: Nordeste, Popular] [Brasil: Nordeste, Popular] Bilhete de eléctrico que circulava como dinheiro.

4. [Brasil, Informal] [Brasil, Informal] Situação agitada ou de grande confusão. = ROLO, TUMULTO

5. [Brasil: Nordeste, Popular] [Brasil: Nordeste, Popular] Produto contrabandeado. = CONTRABANDO, MUAMBA

6. [Brasil: Nordeste, Popular] [Brasil: Nordeste, Popular] Tabaco de baixa qualidade.

7. [Brasil: Nordeste, Popular] [Brasil: Nordeste, Popular] Cigarro de haxixe ou marijuana. = CHARRO

etimologiaOrigem etimológica:origem duvidosa.
boró2boró2
( bo·ró

bo·ró

)


nome masculino

[Ictiologia] [Ictiologia] Peixe (Paratrygon motoro) semelhante à raia, da família dos dasiatídeos, cuja cauda tem dois ferrões sobrepostos, encontrado nos rios Amazonas e Paraguai. = BORÔ, MOTORO

etimologiaOrigem etimológica:origem obscura.
Colectivo:Coletivo:Coletivo:cardume.

Palavras vizinhas

Anagramas



Dúvidas linguísticas



Gostava de saber o grau superlativo absoluto sintético das seguintes palavras: velho, esperto, forte e mau.
Os adjectivos velho, esperto, forte e mau flexionam no grau superlativo absoluto sintético como velhíssimo, espertíssimo, fortíssimo e malíssimo/péssimo, respectivamente.



Qual a forma correcta: perda de tempo ou perca de tempo?
As formas perda e perca são sinónimas, e encontram-se registadas como tal, por exemplo, no Vocabulário da Língua Portuguesa, de Rebelo Gonçalves (Coimbra Editora, 1966) e em dicionários como o Dicionário da Língua Portuguesa Contemporânea (Academia das Ciências/Verbo, 2001) ou o Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa (Círculo de Leitores, 2002).

No entanto, a forma preferencial é perda, uma vez que a variante perca tem origem mais popular, devendo ser utilizada apenas em contextos mais informais.