Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

beiradear

beiradearbeiradear | v. intr.
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

bei·ra·de·ar bei·ra·de·ar


verbo intransitivo

1. [Brasil]   [Brasil]  Andar a pé pelos arredores de.

2. Contornar.

3. Caminhar pelas margens de um rio.

pub

Parecidas

Esta palavra no dicionário

Ver mais

Esta palavra em blogues

Ver mais

lábios a estremecer, o casal de amantes a beiradear o rio que, na atualidade, espelha a lua, consolida, com milhões de brasileiros, a...

Em cn2012.wordpress.com
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


Encontrei um problema com o vosso dicionário. Ao consultar o mesmo com as opções pré-AO, os plurais sugeridos aparecem sempre grafados segundo o AO. Isto acontece por exemplo na palavra "pêra", que aparece com as cores do pré-AO mas o único plural indicado é "peras" e não "pêras".
Não se trata de um erro, pois o plural de pêra é peras, com ou sem aplicação do Acordo Ortográfico de 1990.

O Acordo Ortográfico de 1990 (cf. Base IX, 9.º) elimina, de facto, os acentos em pêra e pêro (assim como em palavras cujo acento serve para distinguir homógrafos de certas palavras gramaticais, como nos pares pára/para, péla/pela, pêlo/pelo), mas, segundo o Acordo Ortográfico de 1945, o plural dessas duas palavras não tem acento gráfico, referindo explicitamente na Base XXII que se distinguem "pêra, substantivo, e pera, preposição arcaica (mas o plural, peras, sem acento); pêro, substantivo, e pero, conjunção arcaica (mas o plural, peros, também sem acento)". Isto acontece porque os substantivos pêra e pêro são homógrafos de palavras arcaicas (a preposição pera [= para] e a conjunção pero [= mas, porém]), mas os seus plurais peras e peros não são homógrafos de nenhuma outra palavra, uma vez que as preposições e as conjunções não têm plural.




Gostaria que me explicassem qual das expressões é a correta:
"Isto não tem nada a ver com aquilo."
"Isto não tem nada haver com aquilo."
Das frases que menciona, apenas a primeira (isto não tem nada a ver com aquilo) está correcta, pois, neste caso, a locução ter a ver com significa "estar relacionado com" ou "dizer respeito a" (ex.: fisicamente, o filho não tem nada a ver com o pai; quem disse que eu tenho alguma coisa a ver com essa história?). A segunda frase (*isto não tem nada haver com aquilo) está incorrecta e a dúvida resulta da semelhança fonética do verbo haver com a sequência a ver da locução ter a ver com.

É também a proximidade fonética entre ter a ver (com) e ter a haver que está na origem de outra dúvida muito semelhante, comum a muitos falantes de português, a que já respondemos aqui. É o caso em que a locução ter a ver (com) é confundida com a locução ter a haver, muito mais rara, que significa "ter a receber" ou “ficar na posse de algo” (ex.: a senhora ainda tem troco a haver; já recebi tudo, não tenho mais nada a haver). Nesse caso, qualquer frase decorrente de uma estrutura como ela não tem nada a _____ [ver/haver] com aquilo, é correcta: ela não tem nada a ver com aquilo significa “ela não tem relação com aquilo; aquilo não lhe diz respeito”; ela não tem nada a haver com aquilo significa “ela não recebe nada com aquilo”. No entanto, é altamente provável que, no caso dessa estrutura, a intenção seja indicar que o assunto ou a situação de que se está a falar [aquilo] não diz respeito ao interlocutor ou ao sujeito de quem se fala, pelo que, nesse caso, a única forma correcta de transmitir esse significado é através da locução ter a ver com, tal como ela é usada na frase isto não tem nada a ver com aquilo.

pub

Palavra do dia

bras·sa·gem bras·sa·gem


(francês brassage)
nome feminino

Primeira fase do fabrico da cerveja, em que se mistura o malte com água a temperatura controlada, para formar o mosto. = BRASSADURA

Confrontar: braçagem.
pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/beiradear [consultado em 06-08-2021]