Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub

pub

atrever

atreveratrever | v. pron.
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

a·tre·ver |ê|a·tre·ver |ê|

- ConjugarConjugar

(latim attribuo, -ere, dar, atribuir, alugar, repartir)
verbo pronominal

1. Determinar-se ao que é arriscado. = ARRISCAR

2. Ter a ousadia de. = AFOITAR, OUSAR

3. Fazer frente a; opor-se a. = AFRONTAR, ARROSTAR, ENFRENTAR

Nota: Usa-se apenas como verbo pronominal.
pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "atrever" para: Espanhol | Francês | Inglês

Anagramas

Esta palavra em blogues

Ver mais

Paik: Traveling Electronic Superhighways : Poderei atrever -me a sonhar que esta exposição retrospectiva de Nam June Paik chegue a Lisboa??

Em intergalacticrobot

...branco) matar o pai (também, obviamente, branco) todo poderoso e protector e salvador e atrever -se, enfim, a conceber-se livre da angústia associada à impossibilidade de pensamento autónomo..

Em Contador de Gaivotas

Atrever -se-á a sonhar com uma nova vida??

Em As Leituras da Fernanda

Em 40 anos de epidemiologia aprendi a nunca me atrever a prever quantas mortes haverá em uma epidemia..

Em O VAGALUME

...irmã está a ser espancada e violada pelo marido, completamente sozinha e sem se atrever a pedir ajuda..

Em Gotika
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


Gostaria de saber se existe alguma regra de fonética para o plural de palavras tais como: fogo, poço, jogo... É que eu fui ensinado a pronunciar: fógos, póços, jógos... ao invés de fôgos, pôços, jôgos... (os acentos estão só como indicadores de fonética). É que recentemente tenho ouvido alguns jornalistas pronunciar estas palavras com entoação "ô"...? Agradecia que me esclarecessem esta dúvida.
Não existe oficialmente nenhuma regra fonética em português que dê conta da alternância vocálica entre o singular e o plural de palavras como fogo, poço, jogo, contorno, despojo, esforço, imposto, ovo, tijolo, troço.

As gramáticas e os prontuários incluem estas palavras em listas de vocábulos cuja vogal tónica, no singular, é o o fechado /ô/ mas que no plural se transforma em o aberto /ó/. Há, no entanto, muitos casos em que o singular e o plural mantêm o mesmo o fechado, como por exemplo acordo(s) /ô/, gosto(s) /ô/ ou sopro(s) /ô/ (pode encontrar mais exemplos na Nova Gramática do Português Contemporâneo, de Celso Cunha e Lindley Cintra, p. 184). Essas listas são relativamente extensas e difíceis de memorizar, o que pode estar na origem de dúvidas relativas à pronúncia desses termos.

Na sua Moderna Gramática Portuguesa (p. 124), Evanildo Bechara afirma que se tem recorrido à etimologia latina desses termos e ao paralelismo com a língua espanhola para desfazer hesitações de pronúncia, mas que tal não esclarece todas as dúvidas.

No artigo "Histórias de O", Ernesto d'Andrade faz a revisão de vários estudos desta alternância em português e fornece uma análise mais técnica, com base fonológica, deste fenómeno.

O Dicionário Priberam da Língua Portuguesa contém indicações de pronúncia, tanto no singular, quanto no plural dessas palavras.




Gostaria de saber em que situações se utiliza mais bem comportada e melhor comportada.
A dúvida colocada diz respeito à construção do grau comparativo de superioridade de uma locução construída com bem e adjectivo participial (isto é, um adjectivo que deriva do particípio passado de um verbo) feita com mais bem ou com o advérbio melhor. Não há regras rígidas para este uso, mas a utilização de mais bem em vez de melhor é considerada mais correcta por várias obras de referência como dicionários e prontuários (ex.: Este trabalho está bem executado, mas o anterior estava ainda mais bem executado). Esta observação também é válida para mais mal ou pior (ex.: Este trabalho está mal executado, mas o anterior estava ainda mais mal executado).

No entanto, esta reflexão pode ser ainda mais complexa, pois muitas destas construções com mal e bem seguidos de adjectivo participial correspondem muitas vezes a uma palavra composta (é o caso do exemplo bem comportada referido na dúvida colocada, que aparece registado na maioria dos dicionários como bem-comportada, e também do seu antónimo, malcomportada). Neste caso trata-se de uma palavra única e o comparativo deve ser construído da forma mais regular, isto é, antecedido da palavra mais para o comparativo de superioridade (ex.: mais bem-comportada, mais malcomportada), e da palavra menos para o comparativo de inferioridade (ex.: menos bem-comportada, menos malcomportada).

pub

Palavra do dia

lo·ri·ga lo·ri·ga


(latim lorica, -ae, cota de malha, couraça, parapeito, barreira, trincheira)
nome feminino

1. [Armamento]   [Armamento]  Saio de malha com lâminas de metal, na armadura.

2. [Armamento]   [Armamento]  Couraça.

3. Acto de ajudar. = AMPARO, AUXÍLIO

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/atrever [consultado em 01-08-2021]