PT
BR
Pesquisar
Definições



antónimo

Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!
antónimoantônimo
( an·tó·ni·mo

an·tô·ni·mo

)


nome masculino

1. [Linguística] [Lingüística] [Linguística] Palavra que tem significado contrário ao de outra ou significado que se lhe opõe de alguma maneira (ex.: acabar e começar são antónimos).


adjectivoadjetivo

2. [Linguística] [Lingüística] [Linguística] Que tem significado contrário ou oposto ao de outro (ex.: palavras antónimas).

sinonimo ou antonimoAntónimoAntônimo geral: SINÓNIMO

etimologiaOrigem etimológica:grego antónumos, -os, -on.
Colectivo:Coletivo:Coletivo:antonímia.
grafiaGrafia no Brasil:antônimo.
grafiaGrafia no Brasil:antônimo.
grafiaGrafia em Portugal:antónimo.
grafiaGrafia em Portugal:antónimo.

Auxiliares de tradução

Traduzir "antónimo" para: Espanhol Francês Inglês

Anagramas



Dúvidas linguísticas



Qual a frase correcta: Para puderem educar os seus descendentes, os pais deviam conduzir-se bem? ou Para poderem educar os seus descendentes, os pais deviam conduzir-se bem?
As formas poderem e puderem são duas formas verbais parónimas com alternância vocálica que correspondem a dois tempos verbais diferentes. Poderem (lê-se /pudêrem/) é a forma da terceira pessoa do plural do infinitivo pessoal do verbo poder; este tempo verbal utiliza-se para exprimir uma acção ou processo, mas sem expressar o tempo ou o momento específico (ex.: O facto de poderem optar dá-lhes grande liberdade. Enviou uma fotografia para os avós poderem ver a neta). Puderem (lê-se /pudérem/) é a forma da terceira pessoa do plural do futuro do conjuntivo do verbo poder; este tempo verbal utiliza-se para apresentar uma acção futura como possível ou hipotética, geralmente em orações subordinadas (ex.: Eles irão ao cinema se puderem). Tendo em conta o exposto, a frase correcta é Para poderem educar os seus descendentes, os pais deviam conduzir-se bem.
O corrector sintáctico do FLiP alerta, entre outras coisas, para estas relações de paronímia.




Qual a forma correcta: perda de tempo ou perca de tempo?
As formas perda e perca são sinónimas, e encontram-se registadas como tal, por exemplo, no Vocabulário da Língua Portuguesa, de Rebelo Gonçalves (Coimbra Editora, 1966) e em dicionários como o Dicionário da Língua Portuguesa Contemporânea (Academia das Ciências/Verbo, 2001) ou o Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa (Círculo de Leitores, 2002).

No entanto, a forma preferencial é perda, uma vez que a variante perca tem origem mais popular, devendo ser utilizada apenas em contextos mais informais.