PT
BR
Pesquisar
Definições



adivinha

A forma adivinhapode ser [feminino singular de adivinhoadivinho], [segunda pessoa singular do imperativo de adivinharadivinhar], [terceira pessoa singular do presente do indicativo de adivinharadivinhar] ou [nome feminino].

Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!
adivinhaadivinha
( a·di·vi·nha

a·di·vi·nha

)


nome feminino

Coisa para se adivinhar. = ADIVINHAÇÃO, ENIGMA

etimologiaOrigem etimológica:derivação regressiva de adivinhar.
adivinharadivinhar
( a·di·vi·nhar

a·di·vi·nhar

)
Conjugação:regular.
Particípio:regular.


verbo transitivo

1. Prever por meios naturais ou desconhecidos.

2. [Por extensão] [Por extensão] Prever por conjecturas ou indícios.

3. Decifrar.

etimologiaOrigem etimológica:latim divino, -are.
adivinhoadivinho
( a·di·vi·nho

a·di·vi·nho

)


nome masculino

Pessoa a quem se atribui o dom de adivinhar ou de conhecer o futuro e as coisas ocultas.

vistoFeminino: adivinha.
etimologiaOrigem etimológica:latim divinus, -a, -um, divino, dos deuses, profético.
iconFeminino: adivinha.

Auxiliares de tradução

Traduzir "adivinha" para: Espanhol Francês Inglês


Dúvidas linguísticas



Gostava de saber o grau superlativo absoluto sintético das seguintes palavras: velho, esperto, forte e mau.
Os adjectivos velho, esperto, forte e mau flexionam no grau superlativo absoluto sintético como velhíssimo, espertíssimo, fortíssimo e malíssimo/péssimo, respectivamente.



Sou utilizadora do FLiP e ao utilizá-lo surgiu-me uma dúvida: Na palavra livra-lo o FLiP não assinala a falta de acentuação. Isto é, aceita com e sem acento. Gostaria de saber se há uma forma de assegurar que a falta de acentuação é encontrada.
O FLiP não pode assinalar falta de acentuação em livra-lo, pelo menos isoladamente. Isto porque tal forma corresponde à 2.ª pessoa do presente do indicativo do verbo livrar, pronominalizada com -(l)o(s) / -(l)a(s). Esta forma com ênclise é por vezes confundida com livrá-lo (infinitivo impessoal) e até com livra-o (3.ª pessoa do presente do indicativo e 2.ª do imperativo), ambas igualmente correctas, como se pode ver nos seguintes exemplos:

(i) Tu livras o João da prisão? = Tu livra-lo da prisão? [2.ª pessoa do presente do indicativo]
(ii) O advogado conseguiu livrar o João da prisão. = O advogado conseguiu livrá-lo da prisão. [infinitivo impessoal]
(iii) Ele livra o João da prisão. = Ele livra-o da prisão. [3.ª pessoa do presente do indicativo]
(iv) Por favor, livra o João da prisão! = Por favor, livra-o da prisão! [2.ª pessoa do imperativo]