Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

CAOS

caoscaos | n. m. 2 núm.
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

caos |áus|caos |áus|


(latim chaos, -i)
nome masculino de dois números

1. Confusão dos elementos antes da criação do universo.

2. [Figurado]   [Figurado]  Confusão.

3. Desordem.

4. Perturbação.

pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "CAOS" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Esta palavra em blogues

Ver mais

...assim entre erudito e popular a cultura musical de nossa cidade vai sobrevivendo ao caos sonoro imposto pela mídia, um dia quem sabe a verdadeira música possa viver dias...

Em O VAGALUME

Rasgos de pensamento psicótico vão dando conta do caos interno que a nova

Em O canto da Inês

Já em Lisboa, naquele momento e no Aeroporto, era o caos perante muita confusão, muita barafunda, muita polícia, fortemente armada, e com directivas muito

Em Alberto Helder

A ideia de inimigo transacional, desterritorializado e que pode causar um caos e muitas mortes

Em Caderno B

...intenso o momento do encontro com os 20 refugiados afegãos que recentemente fugiram do caos do aeroporto de Cabul..

Em Blog da Sagrada Família
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


Qual a diferença entre canhoto e esquerdino?
As palavras esquerdino e canhoto são sinónimas na acepção “que usa habitual ou preferencialmente a mão ou o pé esquerdo”.



Qual das frases está correcta? Situação A: 1) Devo-lhes dizer que a comida está saborosa. 2) Devo dizer-lhes que a comida está saborosa. Situação B: 1) Está-se a pensar naquilo (de) que mais gostaram de fazer. 2) Está a pensar-se naquilo (de) que mais gostaram de fazer. Coloca-se (de) ou não na frase? Diz-se Está-se a pensar... ou Está a pensar-se...
A dúvida menciona dois tópicos diferentes.
O primeiro relaciona-se com a colocação dos clíticos, pronomes pessoais de uma só sílaba (como o, a, me, nos, lhe, se, etc.), que não têm acentuação própria e por isso dependem do acento da palavra que está imediatamente antes ou depois (normalmente um verbo). Sobre esta questão aconselhamos a leitura da dúvida posição dos clíticos, para uma introdução mais geral ao tema tratado. Para uma resposta mais específica à dúvida, aconselhamos a leitura de outras dúvidas já respondidas sobre o mesmo assunto: sobre a situação A, pode ser consultada a dúvida posição dos clíticos com o verbo dever como auxiliar e respectiva remissão para posição dos clíticos em locuções verbais, a qual poderá também ser consultada para a dúvida relativa à situação B.

O segundo tópico abrange a estrutura argumental do verbo gostar. Este verbo constrói-se habitualmente com a preposição de (ex.: Gosta de chocolate; Gostaram de ir ao cinema), mas é muito usual esta preposição ser elidida quando o complemento do verbo é uma oração introduzida por uma conjunção completiva (ex.: Ele não gosta [de] que façam barulho; O carro [de] que gostamos é muito caro). Este fenómeno, comum a outros verbos (ex.: Convenceu a mãe [de] que precisava de dinheiro), não é de aceitação generalizada, pelo que, em registos formais ou cuidados, deverá ser evitado (ex. Ele não gosta de que façam barulho; O carro de que gostamos é muito caro).

pub

Palavra do dia

que·ren·ci·ar que·ren·ci·ar


(querência + -ar)
verbo transitivo

Ter querença ou afeição a.

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/CAOS [consultado em 18-09-2021]