PT
BR
Pesquisar
Definições



vira-folhas-de-garganta-cinzenta

A forma vira-folhas-de-garganta-cinzentaé[nome masculino de dois números].

Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!
vira-folhas-de-garganta-cinzentavira-folhas-de-garganta-cinzenta
( vi·ra·-fo·lhas·-de·-gar·gan·ta·-cin·zen·ta

vi·ra·-fo·lhas·-de·-gar·gan·ta·-cin·zen·ta

)


nome masculino de dois números

[Ornitologia] [Ornitologia] Ave passeriforme (Sclerurus albigularis) da família dos furnariídeos. = VIRA-FOLHA-DE-GARGANTA-CINZA

etimologiaOrigem etimológica:vira-folhas + de + garganta + cinzenta, feminino de cinzento.
vira-folhas-de-garganta-pálidavira-folhas-de-garganta-pálida
( vi·ra·-fo·lhas·-de·-gar·gan·ta·-pá·li·da

vi·ra·-fo·lhas·-de·-gar·gan·ta·-pá·li·da

)


nome masculino de dois números

[Ornitologia] [Ornitologia] Ave passeriforme (Sclerurus scansor) da família dos furnariídeos. = VIRA-FOLHA-VERMELHO

etimologiaOrigem etimológica:vira-folhas + de + garganta + pálida, feminino de pálido.
vira-folhas-de-garganta-vermelhavira-folhas-de-garganta-vermelha
|mâ| ou |mê| |mê|
( vi·ra·-fo·lhas·-de·-gar·gan·ta·-ver·me·lha

vi·ra·-fo·lhas·-de·-gar·gan·ta·-ver·me·lha

)


nome masculino de dois números

[Ornitologia] [Ornitologia] Ave passeriforme (Sclerurus mexicanus) da família dos furnariídeos. = VIRA-FOLHA-DE-PEITO-CANELA

etimologiaOrigem etimológica:vira-folhas + de + garganta + vermelha, feminino de vermelho.


Dúvidas linguísticas



Qual a etimologia da palavra escolha? E da palavra subalternidade?
A palavra escolha deriva do verbo escolher, que, por sua vez, vem de uma forma latina hipotética *excolligere que significaria “recolher; obter”. A palavra subalternidade deriva de subalterno, por aposição de –idade, sufixo muito produtivo que exprime o conceito de “qualidade, característica”. Assim, subalternidade designa a condição, a qualidade de quem é subalterno.



Os nomes próprios têm plural: ex. A Maria, as Marias?
Os nomes próprios de pessoa, ou antropónimos, também podem ser flexionados no plural, designando várias pessoas com o mesmo prenome (No ginásio há duas Marias e quatro Antónios) ou aspectos diferentes de uma mesma pessoa/personalidade (Não sei qual dos Joões prefiro: o João aventureiro que começou a empresa do zero, e que vestia calças de ganga, ou o João empresário de sucesso, que só veste roupa de marca).
Os nomes próprios usados como sobrenome podem igualmente ser flexionados no plural. Neste caso, convergem duas práticas: a mais antiga, atestada no romance Os Maias de Eça de Queirós, pluraliza artigo e nome próprio (A casa dos Silvas foi vendida) e a mais actual pluraliza apenas o artigo (Convidei os Silva para jantar).