Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

semiologia

semiologiasemiologia | n. f.
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

se·mi·o·lo·gi·a se·mi·o·lo·gi·a


nome feminino

1. [Medicina]   [Medicina]  Parte da medicina que trata dos sinais ou sintomas das doenças.

2. [Linguística]   [Lingüística]   [Linguística]  Ciência dos modos de produção, de funcionamento e de recepção dos diferentes sistemas de sinais de comunicação entre indivíduos ou colectividades. = SEMIÓTICA

Confrontar: simiologia.
pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "semiologia" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Esta palavra em blogues

Ver mais

Os sinais-naturais são, em semiologia , índices ..

Em daniel abrunheiro

umbigo, sem me preocupar com signos, com semiologia ;;

Em o lado esquerdo

Historia Clinica Esqueleto Para Preencher Semiologia Medic from files..

Em Luiz Martins

as fundações da "pirâmide" da semiologia hegeliana, que lê os textos enquanto lê a "História" e vice-versa..

Em Um túnel no fim da luz

...semiológicos da década de 60, tendo publicado os seus Ensaios Críticos e Elementos de Semiologia , respectivamente em 1964 e 1965..

Em sound + vision
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


Qual o texto correcto: peço-lhe para ele cá vir ou peço para ele cá vir?
Ambas as frases que refere estão correctas.

Na primeira, o verbo selecciona um complemento indirecto (o pronome oblíquo lhe) e um complemento directo sob a forma de oração completiva com valor nominal (para ele cá vir). Na segunda, o verbo pedir está a ser usado como transitivo directo, pois selecciona apenas o complemento directo.

Como o verbo pedir pode ser usado como transitivo directo (seleccionando apenas um complemento directo, como em pediu um café), transitivo indirecto (seleccionando apenas um complemento indirecto, como em pediu pelas vítimas da catástrofe) ou bitransitivo (seleccionando um complemento directo e um indirecto, como em pediu um café ao empregado), ambas as frases encontram-se correctamente formadas.




A minha dúvida é sobre a pronunciação do nome próprio Rosana. Existe quem acentue a sílaba "Ro" e "sa" (Rósâna) e quem acentue a sílaba "sa" apenas (Rusâna). O nome, no entanto, escreve-se sem qualquer acento. Qual a forma correcta de o pronunciar?
O nome próprio Rosana é uma palavra grave e, independentemente da pronúncia da letra o, a sílaba tónica (isto é, aquela que recebe o acento de intensidade da palavra) é sempre a penúltima (-sa-).

A diferença de pronúncia entre [Ru]sana, [Ro]sana ou ainda [Rɔ]sana deve-se a uma alternância vocálica, isto é, a vogal o na escrita pode corresponder na oralidade às vogais [u] (como em morango), [o] (como em dor) ou ainda [ɔ] (como em pó).

Como regra geral do português europeu, as vogais das sílabas átonas elevam-se (por exemplo, um [o] ou um [ɔ] tónicos passam a [u] quando átonos: ex.: cola [ɔ] > colar [u]; forca [o] > enforcar [u]), mas esta regra tem muitas excepções (motivadas por vezes por características lexicais de uma palavra específica, por razões etimológicas, eufónicas ou outras). No caso de Rosana, a elevação da vogal da sílaba átona corresponderia à pronúncia [Ru]sana, mas qualquer uma das outras pronúncias é tão correcta como esta.

pub

Palavra do dia

ses·qui·cen·te·ná·ri·o ses·qui·cen·te·ná·ri·o


(sesqui- + centenário)
nome masculino

1. Transcurso ou comemoração do centésimo quinquagésimo aniversário.

adjectivo
adjetivo

2. Que tem ou celebra 150 anos.


SinónimoSinônimo Geral: TRICINQUENTENÁRIO

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/semiologia [consultado em 28-09-2021]