Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub

pub

primitivas

fem. pl. de primitivoprimitivo
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

pri·mi·ti·vo pri·mi·ti·vo


(latim primitivus, -a, -um)
adjectivo
adjetivo

1. Mais antigo. = PRIMEIRO

2. Dos primeiros tempos. = INICIAL, ORIGINAL, PRIMEVO

3. Relativo à origem de algo ou aos seus primeiros momentos ou estados.

4. Que não sofreu evolução. = ARCAICO, RUDIMENTAR

5. Que não usa as convenções sociais de boa educação; que não mostra delicadeza no trato. = GROSSEIRO, RUDEPOLIDO

6. [História]   [História]  Relativo à primeira época da humanidade.

7. [História]   [História]  Relativo à primeira idade de uma nação.

8. [Gramática]   [Gramática]  Que serve de base para a formação de outros (ex.: palavra primitiva, tempos primitivos).

adjectivo e nome masculino
adjetivo e nome masculino

9. Que ou quem vive em estado natural, geralmente sem uso da escrita nem de técnicas consideradas evoluídas.

pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "primitivas" para: Espanhol | Francês | Inglês

Esta palavra em blogues

Ver mais

Mas como eram essas estrelas e galáxias primitivas que hoje estão muito longe de

Em De Rerum Natura

Ou, se quisermos, são formas primitivas das mentalidades nas sociedades modernas..

Em O INDEFECTÍVEL

história ‘real’ como também as populações que os antropólogos chamaram de ‘ primitivas ’ e que, em geral, foram estudadas como sobreviventes prístinos de um passado intemporal...

Em Manuel Dutra

...de biografias escritas pouco após a sua morte mas, segundo alguns estudiosos, essas fontes primitivas ainda estão à espera de edições críticas mais profundas e completas, pois apresentam contradições...

Em Geopedrados

A mobília e as amenidades de banho eram primitivas , mas foi um alívio bem-vindo estar fora do avião..

Em NOTÍCIAS SOBRE AVIAÇÃO AVIATION NEWS
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


Gostaria de saber se existe alguma regra de fonética para o plural de palavras tais como: fogo, poço, jogo... É que eu fui ensinado a pronunciar: fógos, póços, jógos... ao invés de fôgos, pôços, jôgos... (os acentos estão só como indicadores de fonética). É que recentemente tenho ouvido alguns jornalistas pronunciar estas palavras com entoação "ô"...? Agradecia que me esclarecessem esta dúvida.
Não existe oficialmente nenhuma regra fonética em português que dê conta da alternância vocálica entre o singular e o plural de palavras como fogo, poço, jogo, contorno, despojo, esforço, imposto, ovo, tijolo, troço.

As gramáticas e os prontuários incluem estas palavras em listas de vocábulos cuja vogal tónica, no singular, é o o fechado /ô/ mas que no plural se transforma em o aberto /ó/. Há, no entanto, muitos casos em que o singular e o plural mantêm o mesmo o fechado, como por exemplo acordo(s) /ô/, gosto(s) /ô/ ou sopro(s) /ô/ (pode encontrar mais exemplos na Nova Gramática do Português Contemporâneo, de Celso Cunha e Lindley Cintra, p. 184). Essas listas são relativamente extensas e difíceis de memorizar, o que pode estar na origem de dúvidas relativas à pronúncia desses termos.

Na sua Moderna Gramática Portuguesa (p. 124), Evanildo Bechara afirma que se tem recorrido à etimologia latina desses termos e ao paralelismo com a língua espanhola para desfazer hesitações de pronúncia, mas que tal não esclarece todas as dúvidas.

No artigo "Histórias de O", Ernesto d'Andrade faz a revisão de vários estudos desta alternância em português e fornece uma análise mais técnica, com base fonológica, deste fenómeno.

O Dicionário Priberam da Língua Portuguesa contém indicações de pronúncia, tanto no singular, quanto no plural dessas palavras.




Porque escrevemos Henrique com um r e não dois rr? Qual a regra?
A ortografia é um conjunto de regras convencionadas e, na maioria das vezes, é o utilizador da língua que mais lê e mais consulta obras de referência, como dicionários, prontuários e afins, que melhor conhece essas regras e que melhor escreve. Há, no entanto, algumas indicações úteis, no caso da letra r:

a) O erre simples (r) representa o som [R] (consoante vibrante velar) em início de palavra (ex.: rasar, régua, rua), a seguir a uma vogal nasal (ex.: Henrique, honra, tenro), ou em início de sílaba a seguir a uma consoante (ex.: israelita, melro).

b) O erre simples (r) representa o som [r] (consoante vibrante alveolar) em contexto intervocálico, antecedido de vogal oral (ex.: cara, puro), nos grupos consonânticos br, cr, dr, fr, gr, pr, tr e vr (ex.: abrir, credo, coldre, fraco, grua, imprimir, latrina, nevrose), ou em final de sílaba (ex.: cargo, partir, querer, surto); o erre simples nunca representa o som [r] em início de palavra.

c) O erre dobrado (rr) representa sempre o som [R] e apenas em contextos intervocálicos (ex.: barra, errado, mirra, socorro, urro), nunca em início de palavra ou depois de consoante.

pub

Palavra do dia

lo·ri·ga lo·ri·ga


(latim lorica, -ae, cota de malha, couraça, parapeito, barreira, trincheira)
nome feminino

1. [Armamento]   [Armamento]  Saio de malha com lâminas de metal, na armadura.

2. [Armamento]   [Armamento]  Couraça.

3. Acto de ajudar. = AMPARO, AUXÍLIO

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/primitivas [consultado em 01-08-2021]