Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub

pub
pro-pro- | pref.
própró | adv. | s. m.
pròpropro | contr.
pró-pró- | pref.
Será que queria dizer pró?
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

pro- pro-
prefixo

Elemento designativo de origem, anterioridade, extensão, substituição.


pró pró
advérbio

1. A favor, em defesa.

substantivo masculino

2. Vantagem, proveito, conveniência.


os prós e os contras
O que há em favor e em contra; os benefícios e as desvantagens de algo.


prò |ó| pro |ó| pro |ó|
(pra + o)
contracção
contração

[Popular]   [Popular]  Contracção da preposição pra com o artigo ou pronome o.


Ver também dúvida linguística: pra, prà e apóstrofo.

• Grafia alterada pelo Acordo Ortográfico de 1990: pro.
• Grafia anterior ao Acordo Ortográfico de 1990: prò.


• Grafia no Brasil: pro.

• Grafia em Portugal: prò.

pró- pró-
(latim pro, diante de, sobre, em favor de, em lugar de)
prefixo

1. Exprime a noção de a favor de (ex.: pró-ocidental).

2. Exprime a noção de em vez de (ex.: pró-reitor).

Nota: é seguido de hífen por ter acento gráfico próprio.
pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "prò" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Palavras vizinhas

Anagramas

Esta palavra em blogues

Ver mais
Blogues do SAPO

Esta palavra no Twitter

Dúvidas linguísticas


Usa-se crase na frase "Atendimento a grupos"?
Na expressão atendimento a grupos não deverá usar a crase.

A crase é a contracção de duas vogais iguais, na maioria dos casos, contracção da preposição a com o artigo definido a quando este precede um substantivo feminino (ex.: devolveu o livro à colega) e com a locução relativa a qual (ex.: esta é a colega à qual ele devolveu o livro). Há também locuções fixas que contêm crase, onde se pode subentender o substantivo feminino moda ou maneira (ex.: cozido à portuguesa = cozido à [moda/maneira] portuguesa). Não poderá usar a crase numa expressão como atendimento a grupos, pois grupos é um substantivo masculino plural e não poderia ser antecedido do artigo definido feminino a.

Normalmente, não se usa a crase antes de nome masculino, como é o caso (ex.: atendimento a grupos), de artigo indefinido (ex.: atendimento a uma clientela), de forma verbal (ex.: esteve a atender) ou de topónimos que não precisam de artigo (ex.: chegou a Brasília). Há ainda locuções fixas que não contêm crase (ex.: estavam frente a frente).




Qual o superlativo absoluto sintético do adjectivo maníaco?
Como é referido na resposta superlativos eruditos, o grau superlativo absoluto sintético é geralmente formado pela adjunção do sufixo -íssimo ao adjectivo. Em alguns casos, são necessárias as devidas adequações ortográficas para manter as características fonéticas do adjectivo no grau normal. Por analogia com outros adjectivos terminados em -aco (ex.: fraco - fraquíssimo; velhaco - velhaquíssimo), o superlativo absoluto sintético de maníaco parece ser maniaquíssimo. Os adjectivos terminados em -aco, tal como os terminados em -eco (ex.: seco - sequíssimo), formam este superlativo com adequação ortográfica para manter o som /k/ da sílaba final (é de referir que as formas consideradas irregulares advêm da existência de um superlativo latino como, por exemplo, opaco - opacíssimo). Os adjectivos terminados em -ico formam este superlativo geralmente sem manutenção do som /k/ da sílaba final (ex.: público - publicíssimo), embora, por vezes, haja manutenção desse som (ex.: simpático - simpatiquíssimo - simpaticíssimo).
pub

Palavra do dia

la·ti·ni·par·la la·ti·ni·par·la
(latim + forma do verbo parlar)
substantivo de dois géneros

[Depreciativo]   [Depreciativo]  Pessoa que faz alarde de saber latim.

pub

Mais pesquisadas do dia

Siga-nos



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2013, https://dicionario.priberam.org/pr%C3%B2 [consultado em 19-02-2019]