Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

Pesquisa por "purgo" nas definições

expurgar | v. tr. | v. pron.
    Purgar completamente....

purgar | v. tr. | v. intr. | v. pron.
    Limpar, purificar pela eliminação das impurezas ou matérias estranhas....

repurgar | v. tr. e intr.
    Purgar ou limpar de novo....

mechoacão | n. m.
    Planta (Ipomoea purga) da família das convolvuláceas, com propriedades purgativas, originária do México....

mel | n. m.
    Substância espessa e doce, amarelada ou acastanhada, produzido pelas abelhas a partir do néctar das flores e armazenado nos favos....

purgação | n. f.
    Acto ou efeito de purgar, limpar ou purificar....

purgante | n. m. | adj. 2 g.
    Preparação farmacêutica ou qualquer outra substância que se destina a livrar o corpo de obstipação intestinal ou de impurezas interiores....

purgueira | n. f.
    Planta euforbiácea tropical, de onde se extrai um óleo com propriedades purgantes e eméticas, outrora também usado para a iluminação....

hipófora | n. f.
    Chaga profunda e fistulosa....

purga | n. f.
    Acto ou efeito de purgar ou de se purgar....

laxante | adj. 2 g. | n. m.
    Que laxa; que tem a propriedade de purgar lentamente....

purgador | adj. n. m.
    Que ou aquilo que purga ou pretende purgar....

cabaú | n. m.
    Calda grossa ou conjunto de fezes que corresponde ao que é filtrado das formas onde o açúcar está a purgar....

mundificar | v. tr. e pron.
    Tornar ou ficar limpo ou livre de impurezas....

Dúvidas linguísticas


Gostava de saber se a vossa ferramenta FLiP pode corrigir palavras com especificação de gênero, sugerindo palavras que não especificam gênero masculino ou feminino. Por exemplo, a correção de "menino" para "menine", para ser neutro.
O FLiP (Ferramentas para a Língua Portuguesa) oferece verificação e sugestões de correcção em casos de concordâncias de género, número e pessoa. No entanto, no caso especificado não se trata de um erro de concordância, mas de uma tomada de posição sociopolítica que, por opção individual, se reflecte linguisticamente, e que os correctores ortográficos, sintácticos e estilísticos não incorporam por não se tratar de prática generalizada pelos falantes e escreventes do português nem estar consignada pelos instrumentos legais que dispõem sobre a ortografia da língua portuguesa.
Adicionalmente, deve referir-se que, em português, o género gramatical não corresponde sempre ao sexo da entidade referente. Além disso, a língua portuguesa, tal como é usada pelos falantes e descrita pelas gramáticas, não tem género neutro, sendo o género em português uma categoria morfossintáctica dos nomes que admite apenas dois valores (feminino e masculino).

Em geral, quando associado a um nome animado, o género aplica-se a entidades de sexo masculino ou feminino, mas a oposição de género masculino/feminino não se limita a esta distinção, havendo, principalmente nos nomes inanimados, convenções linguísticas que não têm nenhum referente relacionado com o sexo (ex.: o frasco , a garrafa). Para além disso, os nomes epicenos (ex.: elefante [fêmea/macho]) e os nomes sobrecomuns (ex.: o cônjuge; a vítima), apesar de terem um valor único de género, podem designar entidades de sexo feminino ou masculino.
Os nomes de dois géneros (ou nomes comuns de dois), quando a mesma forma se pode aplicar ao género feminino e ao masculino, são ambíguos quanto ao género, mas o contexto sintáctico geralmente resolve essa ambiguidade (ex.: a/o estudante aplicada/o). A oposição de género reflecte-se ainda na referência ou substituição por um pronome, na concordância com modificadores (adjectivos, por exemplo) ou na presença de sufixos ou desinências.

A alteração de menino ou menina para *menine, *meninx, *menin@ ou outro tipo de soluções gráficas sem marcação de género não seria propriamente uma correcção, pois do ponto de vista ortográfico essas seriam consideradas formas erradas, uma vez que a ortografia é a parte da língua mais convencional e a única sujeita a textos legais. A alteração para desinências sem marcação explícita de género é uma opção individual do utilizador da língua, que o corrector automático não pode aplicar à generalidade dos usuários nas frases típicas alvo de correcção.




Como se escreve: sócio-cultural, sócio-político?
As grafias correctas são sociocultural e sociopolítico, uma vez que o elemento de formação socio- , que exprime a noção de “social”, se aglutina sempre ao elemento posterior (a este respeito veja-se a resposta socioideológico).

Palavra do dia

vi·trí·o·lo vi·trí·o·lo


(latim tardio vitriolum, do latim vitrum, -i, vidro)
nome masculino

[Antigo]   [Antigo]   [Química]   [Química]  Nome vulgar do ácido sulfúrico e de alguns sulfatos.

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/pesquisar/purgo [consultado em 26-09-2022]