Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

morte-luz

morte-luzmorte-luz | n. f.
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

mor·te·-luz mor·te·-luz


nome feminino

[Pintura]   [Pintura]  Conjunto das primeiras camadas de cor, geralmente clara, em obras de pintura. = MORTE-COR

Plural: morte-luzes.Plural: morte-luzes.
pub

Parecidas

Esta palavra no dicionário

Ver mais

Esta palavra em blogues

Ver mais

última obra, consistindo numa coletânea de cartas dirigidas a uma jovem discípula, que foram publicadas bem mais tarde, após a sua morte , como Magick Without Tears . No primeiro dia de dezembro de 1947, aos 72 anos, Aleister Crowley, serenamente segundo alguns, exultante segundo outros, e ainda perplexo

Em Geopedrados

de tudo um “ato poético-religioso mais que um ato erótico-sexual (2006, p. 39). A morte chega com a perda da palavra, por isso a palavra é o canto que gera a vida. Nada mais justo que a cosmologia Mbyá-Guarani, nesse contexto, estar registrada justamente em cantos sagrados formados pelas belas

Em Baú de Fragmentos: Enchendo esse mundo de causos

monumento completa a paisagem; a paisagem é o quadro digno do monumento; e a luz é o elemento transfigurador e glorificador da união quase consubstancial da Natureza com a Arte.» Apenas com 14 anos, começou a trabalhar como pianista no Cine-Teatro de Tomar, procedendo ele próprio aos "arranjos" dos trechos

Em Geopedrados

. "Não, não perdeste meu amor jurado: "Vês este peito? reina a morte aqui... "É já sem forças, ai de mim, gelado, "Mas inda pulsa com amor por ti. "Feliz que pude acompanhar-te ao fundo "Da sepultura, sucumbindo à dor: "Deixei a vida... que importava o mundo, "O mundo em trevas sem a luz do amor

Em Geopedrados

Guilherme, e o casamento entre os dois foi feliz. A última década foi, sem dúvida, a melhor de seu reinado. Em 1880 , Ema deu luz a uma menina: a futura Guilhermina dos Países Baixos , que se tornou herdeira em 1884 , com a morte do último filho sobrevivente do primeiro casamento de Guilherme III. Muitos

Em Geopedrados
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


Venho por este meio para me tirarem uma dúvida que é a seguinte: Quando uma pessoa muda de uma região para a outra, mas dentro do próprio país, como se diz? Emigrar ou Imigrar? E quando uma pessoa vai para outro país para trabalhar e para viver?
Os verbos emigrar e imigrar têm em comum o significado de migrar, e apenas diferem no ponto de vista, isto é, emigrar é "sair, temporária ou definitivamente, do seu país ou região" e imigrar é "entrar e fixar-se, periódica ou definitivamente, num outro país ou região" (o mesmo se aplica aos respectivos derivados, como emigrante/imigrante, emigração/imigração). Esta diferença deve-se ao facto de o verbo emigrar conter, já em latim, um elemento e- ou ex-, que deriva da preposição latina ex e que indica "movimento para fora", da mesma forma que o verbo imigrar contém um elemento i- ou in-, que deriva da preposição latina in e que indica "movimento para dentro".

Assim, pode dizer-se, por exemplo, que um português que vai trabalhar para o estrangeiro emigra, relativamente a Portugal (ex.: o pai dele emigrou aos 17 anos; estava a pensar emigrar para a Austrália), e imigra, relativamente ao país de acolhimento (ex.: a família imigrou e já vive neste país há uma década); da mesma forma, um estrangeiro que veio trabalhar para Portugal é imigrante neste país (ex.: os imigrantes permitem rejuvenescer a população envelhecida) e emigrante no seu país de origem (ex.: todos os meses, o emigrante envia dinheiro à família).

Como foi dito acima, qualquer um destes verbos (e ainda o verbo migrar) pode ser usado tanto para uma acção de mudança de país como de região (ex.: abandonaram o cultivo dos campos e emigraram para a cidade; imigrara vinte anos antes, vindo dos Açores).




Gostaria de auxílio quanto ao uso correto do verbo assistir. Por exemplo, a frase assistir ao filme está correta ou devo dizer assistir o filme. Assistir ao doente ou assistir o doente?
De acordo com os dicionários e gramáticas de língua portuguesa, o verbo assistir, na acepção “ser espectador”, é usado como transitivo indirecto, isto é, selecciona objectos indirectos regidos pela preposição a. Assim sendo, a frase assistir ao filme é considerada a mais correcta. No português do Brasil, é possível encontrar usos deste verbo, neste sentido, como transitivo directo, pelo que a frase assistir o filme é muito frequente, apesar de não ser considerada preferencial por dicionários e gramáticas.

Na acepção “prestar auxílio médico”, o verbo assistir não se usa com a preposição a, visto que apenas selecciona objectos directos não regidos por preposição, daí que a frase correcta seja, neste caso, assistir o doente.

pub

Palavra do dia

con·ge·ni·al con·ge·ni·al


(con- + genial)
adjectivo de dois géneros
adjetivo de dois géneros

1. Conforme ao génio ou à índole de alguém ou de alguma coisa (ex.: era a rebeldia congenial da adolescência). = INERENTE

2. Próprio por natureza; que vem desde o nascimento (ex.: sentimentos congeniais; virtude congenial). = CONATO, CONGÉNITO, INATO, INGÉNITO, NATO, NATURAL

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/morte-luz [consultado em 02-12-2021]