Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

mercado-chave

mercado-chavemercado-chave | n. m.
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

mer·ca·do·-cha·ve mer·ca·do·-cha·ve


nome masculino

Mercado principal ou mais importante.

Plural: mercados-chave ou mercados-chaves.Plural: mercados-chave ou mercados-chaves.
pub

Parecidas

Esta palavra no dicionário

Ver mais

Esta palavra em blogues

Ver mais

Os economistas David Card, Joshua Angrist e Guido Imbens receberam, esta segunda-feira, o Prémio Nobel da Economia por “tirarem conclusões de experiências inesperadas” e aplicá-las à análise do mercado de trabalho. Em comunicado , a Academia Real das Ciências da Suécia anunciou que o Prémio Nobel

Em VISEU, terra de Viriato.

alguns pontos chave que gostava de ver implementados no clube. A começar pela marca Benfica. Este devia aliás ser um dos pontos fundadores de qualquer direção empossada. A visão para o presente e para o futuro, a forma inovadora com que se procuram novos produtos para o merchandising e o respeito que se

Em O INDEFECTÍVEL

, ambição, seriedade, competência e especialização. Como tal, apresenta-se nesta candidatura um projeto pensado, sério, estruturado e coerente que elevará o Benfica a um patamar do qual não deveria ter descido. Este projeto assenta em cinco áreas- chave – Futebol, Ecletismo, Associativismo, Gestão

Em O INDEFECTÍVEL

regular corpos diversos a partir de referências de corpos considerados normais e saudáveis.” Quem está no mercado de trabalho e tem alguma deficiência sente mais o capacitismo, explica a psicóloga Andréa Chaves. “Nas organizações de trabalho isso é mais frequente, eu acredito. Frases do tipo: ‘Dar uma de

Em www.blogdocolares.com

. Com base na versão Laramie, que custa R$ 427.990, a 2500 Quarto de Milha deverá chegar a R$ 450 mil. A nova configuração será oferecida com a carroceria nas cores Branco Pérola ou Preto Diamond, com opção de interior preto ou bege com marrom. Picape mais potente do mercado brasileiro, a Ram 2500

Em Caderno B
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


Como dizer correctamente: ...a área que mais lhe fascina ou ... a área que mais a fascina?
O verbo fascinar é tradicionalmente registado nos dicionários como transitivo directo, isto é, como um verbo que selecciona um complemento nominal obrigatório que não é introduzido por uma preposição (ex.: esta área fascinou o aluno), não sendo consideradas aceitáveis construções com um complemento indirecto, isto é, um complemento nominal obrigatório introduzido por uma preposição (ex.: *esta área fascinou ao aluno; o asterisco indica agramaticalidade). Quando há pronominalização dos complementos de terceira pessoa, o complemento directo corresponde aos pronomes pessoais o, a os, as e o complemento indirecto aos pronomes pessoais lhe, lhes. Assim, relativamente aos exemplos acima referidos, a pronominalização do complemento directo da frase esta área fascinou o aluno deve ser feita com o pronome o (esta área fascinou-o), pois trata-se de um complemento directo, e não com o pronome lhe (*esta área fascinou-lhe).

Em relação às frases apontadas na dúvida colocada, o caso é o mesmo. Deverá ser usada a construção a área que mais a fascina (equivalente a a área que mais fascina alguém) e não a construção *a área que mais lhe fascina (equivalente a *a área que mais fascina a alguém).




Colibri diz-se: Culibri? ou Colibri (com o som do -o- aberto)? Li que a sílaba acentuada é a última? Sendo aguda, que som tem a sílaba Co-? E porquê, ou seja qual é a regra para a pronunciação desta palavra?
Na questão colocada, está em causa a qualidade da vogal de uma sílaba átona, e não a sua acentuação (a palavra é sempre acentuada na última sílaba: colibri).

A letra o pode corresponder ao som [o], como em avô ou dor, ao som [ɔ], como em avó ou corda, ou ao som [u], como em comida ou carro.

No português europeu, como regra geral (com muitas excepções), as vogais que não pertencem a uma sílaba tónica são elevadas. Por exemplo, no caso da vogal o das palavras corda e cordão, o som [ɔ] (vogal mais baixa) da palavra corda (com acento tónico em cor) passa a pronunciar-se [u] (vogal mais alta) em cordão pois a sílaba tónica passou a ser a última cordão. Esta regra geral pode aplicar-se a colibri (como a sílaba tónica é bri, a sílaba co- pode pronunciar-se [ku]), mas no caso desta palavra, há informação lexical, isto é, relativa à própria palavra e não às regras mais gerais da língua, que faz com que, por motivos etimológicos ou outros, a maioria dos falantes pronuncie [kɔ]libri. Esta é então também a pronúncia registada no Dicionário da Língua Portuguesa Contemporânea, da Academia da Ciências/Verbo e, posteriormente, no Grande Dicionário Língua Portuguesa, da Porto Editora.

pub

Palavra do dia

o·ven·çal o·ven·çal


(ovença + -al)
nome masculino

1. [Antigo]   [Antigo]  Pessoa encarregada de uma despensa. = DESPENSEIRO, ECÓNOMO

2. [Antigo]   [Antigo]  Cobrador de rendas.

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/mercado-chave [consultado em 19-10-2021]