Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

jaza

jazajaza | n. f.
1ª pess. sing. pres. conj. de jazerjazer
3ª pess. sing. imp. de jazerjazer
3ª pess. sing. pres. conj. de jazerjazer
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

ja·za ja·za


(origem obscura)
nome feminino

[Portugal: Minho]   [Portugal: Minho]  Trave.

Confrontar: gaza.

ja·zer |ê|ja·zer |ê|

- ConjugarConjugar

(latim jaceo, -ere, estar estendido, estar na cama, estar doente)
verbo intransitivo

1. Estar deitado ou prostrado.

2. Estar morto.

3. Estar sepultado.

4. Permanecer.

5. Estar situado. = FICAR

6. Estar fundado ou apoiado.

7. [Jurídico, Jurisprudência]   [Jurídico, Jurisprudência]  Estar jacente.

nome masculino

8. Posição de quem está deitado. = JAZIDA

pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "jaza" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Esta palavra em blogues

Ver mais

..., prefixo 7T-WIV , pertencente à Força Aérea da Argélia (Al Quwwat al-Jawwiya al- Jaza 'eriya) (foto acima), que transportava 247 militares e seus familiares e mais 10 tripulantes,...

Em NOTÍCIAS SOBRE AVIAÇÃO AVIATION NEWS

Agora, o meu interesse jaza no vale sombrio..

Em rimasipoesia.blogs.sapo.pt

E assim mesmo hás-de ver que o seu circulo não jaza acostado (*), mas antes do zénite dela caia uma linha com chumbo pelo meio...

Em cabodastormentas1488.blogs.sapo.pt

E assim mesmo hás-de ver que o seu circulo não jaza acostado (*), mas antes do zénite dela caia uma linha com chumbo pelo meio...

Em cabodastormentas1488.blogs.sapo.pt

rogo-te que não me enterres no Egito, 30 Mas que eu jaza com os meus pais;;

Em batalhabibliaonline.blogs.sapo.pt
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


Procurei o substantivo airela (que, acredito, refere-se a uma fruta vermelha, muito comum aqui na Suécia - em sueco chama-se "lingon"). Vi em alguns lugares como "airela vermelha", mas a palavra "airela" não consta em seu dicionário. Será que existe e será que pertence mesmo à língua portuguesa?
A palavra airela surge registada em alguns dicionários e vocabulários de língua portuguesa, nomeadamente no Grande Vocabulário da Língua Portuguesa, de José Pedro Machado, e designa um tipo de baga vermelha do género Vaccinium. É muito grande a variedade de espécies de bagas que pertencem a este género e as designações vulgares para elas são variadas, como, por exemplo, arando ou arando vermelho.



Em português, há algum fenómeno especial com os advérbios em -mente quando vão seguidos numa frase (ou com uma conjunção no meio)? Tanto em espanhol como em catalão há um comportamento curioso, em que algum dos advérbios perde o -mente: Simple y llanamente (em espanhol, se há dois ou mais, só o último fica "completo"); Exclusivament i principal (em catalão, não é obrigatório mas, se acontece, só o último fica sem o -mente). Li que o francês e o italiano mantêm sempre o -mente. E em português?
Na coordenação de advérbios terminados em -mente, é muito usual o apagamento do sufixo -mente no primeiro advérbio (ex.: esta situação é pura e simplesmente absurda; ele é directa e indirectamente responsável por esta situação; alguns professores contribuem discreta, mas poderosamente para a formação da matriz cultural dos alunos), ou em todos menos no último, no caso de coordenações com mais do que dois (ex.: respondera leviana, mal-educada e grosseiramente). Note-se que nos casos de advérbios resultantes de adjectivos graficamente acentuados, a forma com -mente não tem acento gráfico (ex.: ele é fisicamente atraente) mas na coordenação de advérbios o advérbio reduzido retoma a forma acentuada do adjectivo (ex.: o atleta está física e mentalmente confiante).
Este procedimento, apesar de ser muito habitual e recomendado por muitas gramáticas, não é obrigatório e não invalida a coordenação de advérbios sem qualquer elisão dos sufixos (ex.: normalmente, as listas eleitorais são inteiramente ou maioritariamente compostas por cidadãos nacionais).

O fenómeno de apagamento em estruturas de coordenação não é exclusivo da coordenação de advérbios em -mente, mas acontece também em palavras com alguns prefixos ou elementos de composição prefixais (ex.: deixou de pré ou pós-datar os cheques; os alunos farão auto e heteroavaliação), embora com aceitação menos consensual. Sobre este assunto, poderá consultar o artigo "Quando meia palavra basta: Apagamento de palavras fonológicas em estruturas coordenadas", de Marina VIGÁRIO, in Ivo Castro e Inês Duarte (org.) Razões e Emoção. Miscelânea de estudos em homenagem a Maria Helena Mira Mateus. Lisboa: Imprensa Nacional-Casa da Moeda, pp. 415-435 (versão disponível em http://labfon.letras.ulisboa.pt/SonseMelodias/Vigario2003.pdf).

pub

Palavra do dia

mar·ci·á·ti·co mar·ci·á·ti·co


(latim martiaticus, -a, -um, marcial, militar)
adjectivo
adjetivo

Relativo ao planeta Marte. = MARCIANO

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/jaza [consultado em 28-11-2022]