Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub

pub

destruído

destruídodestruído | adj.
masc. sing. part. pass. de destruirdestruir
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

destruído destruído


adjectivo
adjetivo

(A definição desta palavra irá estar disponível brevemente. Envie comentários ou sugestões para dicionario@priberam.pt)

des·tru·ir |u-í|des·tru·ir |u-í|

- ConjugarConjugar

verbo transitivo

1. Proceder à destruição de; causar destruição em; demolir, arrasar; aniquilar.

2. [Figurado]   [Figurado]  Desfazer, transtornar.

3. Exterminar.

pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "destruído" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Palavras vizinhas

Anagramas

Esta palavra no dicionário

Ver mais

Esta palavra em blogues

Ver mais
Blogues do SAPO

Esta palavra no Twitter

Dúvidas linguísticas


Na faculdade na qual eu e meus companheiros de classe estudamos, foi aberto uma enquete se a palavra scannear é uma palavra autenticada nos dicionários da língua portuguesa e se é correto utilizá-la no dia-a-dia.
Os dicionários brasileiros de língua portuguesa, como o Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa (Editora Objetiva, Rio de Janeiro, 2001) ou o Novo Dicionário Aurélio (Positivo, Curitiba, 2004), registam o verbo escanear (com a conjugação regular eu escaneio, tu escaneias, ele escaneia, etc.) e não a forma scanear, pois a sequência consonântica sc em início de palavra não é usual no português do Brasil. O Dicionário Houaiss regista ainda os vocábulos escaneador, escaneadora, escaneamento e escâner. Há dicionários portugueses, como o Dicionário da Língua Portuguesa Contemporânea (Academia das Ciências de Lisboa/Verbo, Lisboa, 2001) ou a versão portuguesa do Dicionário Houaiss (Círculo de Leitores, Lisboa, 2002), que registam as formas scâner, scanerização e scanerizar, sem a letra e inicial, reflectindo assim na escrita o fenómeno de consonantização (tendência para a redução de segmentos vocálicos) no português de Portugal.
Uma vez que estamos perante a formação de novos vocábulos que ainda levantam muitas dúvidas aos falantes e cuja forma ainda não se fixou e generalizou, podemos verificar, através de pesquisas em corpora e na internet, que existem actualmente várias grafias para esse verbo (ex.: scannear, scanniar, scaniar, escanear, escaniar, escanniar, escannear, etc.). É óbvio que nem todas estas grafias são aceitáveis, visto que não estão de acordo com o sistema ortográfico da língua portuguesa, mas é natural que em casos de neologismos leve algum tempo até se fixar uma forma gráfica (normalmente através de registo lexicográfico).




Água é uma palavra grave ou esdrúxula? Ou pode ser as duas coisas conforme se considere -ua um hiato ou um ditongo?
Esta questão, como muitas outras dúvidas linguísticas, não nos permite uma resposta peremptória.

Sobre a divisão silábica para translineação, as vogais -u- e -a- em água são indivisíveis, pois, por convenção, "gu e qu, em que o u se pronuncia, nunca se separam da vogal ou ditongo imediato" (ver Base XLVIII, 5º. do Acordo Ortográfico de 1945 ou Base XX, 5º. do Acordo Ortográfico de 1990).

Do ponto de vista estritamente fonético, porém, será uma palavra grave ou paroxítona se o -u- for pronunciado como semivogal e será esdrúxula ou proparoxítona se o -u- for pronunciado como vogal.

Do ponto de vista ortográfico, a palavra água é considerada uma palavra esdrúxula ou proparoxítona, pois a sílaba tónica é seguida de um ditongo crescente (isto é, semivogal seguida de vogal, água), que, ortograficamente, não constitui uma só sílaba mas duas.

Rebelo Gonçalves, no seu Tratado de Ortografia da Língua Portuguesa (Coimbra, Atlântida - Livraria Editora, 1947, p.198), chama “paroxítono perfeito” a formas como trilingue [em que o -u- não se lê] por oposição a trilíngue [em que o -u- se lê]; a palavra água seria então um paroxítono imperfeito, tal como trilíngue, pois a sua estrutura (vogal acentuada + consoante + ditongo crescente) não corresponde ao padrão habitual das palavras graves (vogal acentuada + consoante + vogal ou ditongo decrescente). No entanto, segundo o texto legal que regula a ortografia portuguesa, isto é, o Acordo Ortográfico de 1945, não é possível explicar a acentuação da palavra água ou de outras palavras com contextos semelhantes (ex.: exíguo, língua, régua) se elas não forem consideradas palavras esdrúxulas ou proparoxítonas. É de notar, no entanto, que o texto do Acordo não exemplifica com contextos semelhantes ao de água, mas o referido Tratado de Ortografia da Língua Portuguesa, de Rebelo Gonçalves, considerado mesmo pelo seu autor “o esclarecimento, se não a defesa, de diversas bases do Acordo Ortográfico”, inclui (p. 152) exemplos com o mesmo contexto de água, entre outros, considerando que “levam acento agudo, tal como os proparoxítonos integrados na norma anterior, as palavras que, tendo na sílaba tónica a [ex. álea, álveo, mágoa, vácuo], e [ex. enciclopédia, etéreo, névoa, réquie, prélio] ou o [ex. glória, opróbrio, nódoa] abertos, i [ex. iníqua, lírio, longínqua, níveo, quírie] ou u [ex. argúcia, antúrio, denúncia], ou então ditongo oral iniciado por vogal aberta [ex. náusea, tiróideo], apresentam encontros vocálicos postónicos [ex. álea, névoa, glória, iníqua, denúncia, náusea] que praticamente se consideram como ditongos crescentes (ea, eo, ia, ie, io, oa, oe, ua, ue, uo, etc.), embora em muitos casos possam formar teoricamente duas sílabas [...]”. No texto citado, por ser um pouco técnico, introduzimos o sublinhado e os exemplos.

O texto do Acordo Ortográfico de 1990 não altera nada em relação a esta questão, mas designa (ver Base XI, 1.º, alínea b) palavras como exíguo ou língua como "proparoxítonas aparentes" (isto é, palavras esdrúxulas aparentes).

pub

Palavra do dia

a·ne·mo·gra·fi·a a·ne·mo·gra·fi·a


(anemo- + -grafia)
nome feminino

[Meteorologia]   [Meteorologia]  Descrição dos ventos.

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/destru%C3%ADdo [consultado em 21-06-2021]