PT
BR
Pesquisar
Definições



destilaria

A forma destilariapode ser [primeira pessoa singular do condicional de destilardestilar], [terceira pessoa singular do condicional de destilardestilar] ou [nome feminino].

Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!
destilariadestilaria
( des·ti·la·ri·a

des·ti·la·ri·a

)


nome feminino

Fábrica ou local de destilação.

etimologiaOrigem etimológica:destil[ar] + -aria.
destilardestilar
( des·ti·lar

des·ti·lar

)
Conjugação:regular.
Particípio:regular.


verbo transitivo

1. Separar, por meio de alambique, as partes voláteis de uma substância das suas partes fixas, ou separar substâncias que tenham diferentes pontos de ebulição.

2. Deixar sair gota a gota. = GOTEJAR

3. Mostrar ou originar alguma coisa (ex.: aquelas palavras destilam rancor).

etimologiaOrigem etimológica:latim destillo, -are, cair gota a gota, gotejar, exalar.

Auxiliares de tradução

Traduzir "destilaria" para: Espanhol Francês Inglês


Dúvidas linguísticas



Ao utilizar o vosso dicionário, obtive o seguinte resultado para a palavra amoníaco: do Lat. ammoniacu < Gr. ammoniakón s. m., gás incolor, de cheiro intenso, sabor acre e com efeitos lacrimogéneos; gás composto de azoto e hidrogénio, que se encontra na urina e nas matérias em decomposição. A partir de lacrimogéneos obtive: masc. plu. de lacrimogéneo, do Lat. lacrima + Gr. gen, r. de gígnomai, gerar. No entanto a palavra lacrimogéneo não aparece no vosso dicionário, mas sim lacrimogénio (com i em vez de e): adj., que provoca ou produz lágrimas; que faz chorar. Assim, gostaria de saber se existem as duas formas ou se uma se encontra errada.
Como muito bem observou, a informação disponibilizada não é coerente. De facto, não se pode dizer que a forma lacrimogénio seja errada, mas, sendo possível, é uma variante de lacrimogéneo, menos usada e praticamente não registada em dicionários e vocabulários de língua portuguesa.

O DPLP deveria ter registado a entrada lacrimogéneo (e lacrimogénio, a ser registado, deveria remeter para lacrimogéneo, sendo esta última a forma preferencial).




A palavra seje existe? Tenho um colega que diz que esta palavra pode ser usada na nossa língua.
Eu disse para ele que esta palavra não existe. Estou certo ou errado?
A palavra seje não existe. Ela é erradamente utilizada em vez de seja, a forma correcta do conjuntivo (subjuntivo, no Brasil) do verbo ser. Frases como “Seje bem-vindo!”, “Seje feita a sua vontade.” ou “Por favor, seje sincero.” são cada vez mais frequentes, apesar de erradas (o correcto é: “Seja bem-vindo!”, “Seja feita a sua vontade.” e “Por favor, seja sincero.”). A ocorrência regular de seje pode dever-se a influências de falares mais regionais ou populares, ou até mesmo a alguma desatenção por parte do falante, mas não deixa de ser um erro.