Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

corta-pinos

corta-pinoscorta-pinos | n. m. 2 núm.
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

cor·ta·-pi·nos cor·ta·-pi·nos


(forma do verbo cortar + pino)
nome masculino de dois números

(A definição desta palavra estará disponível brevemente. Envie comentários ou sugestões para dicionario@priberam.pt)
pub

Parecidas

Esta palavra no dicionário

Ver mais

Esta palavra em blogues

Ver mais

, com cinco munições; 144 (cento e quarenta e quatro) pedras de Crack; 11 (onze) trouxinhas de maconha; 34 (trinta e quatro) pinos de cocaína; 4 (quatro) balanças de precisão; Aproximadamente 6.000 invólucros para acondicionamento de cocaína; 1 celular motorola; 1 colete balístico da empresa Servis

Em Rede Brasil de Noticias - O Point da Informação

Desfazemos a curva para entrar na auto-estrada (A14 ) e subitamente um camião quase nos corta a frente do carro. Não há faixa de aceleração. Muitos acidentes acontecem nesta zona. As recentes obras de reabilitação do piso, foram somente isso, aplicação de asfalto. Os erros de projecto, dos idos

Em Outra Margem

Repetir o processo do passo 22 para criar uma corda, e trazê-lo para a lona. Agora vá para> Edit> Puppet Warp. Este é um bom recurso que pode ser muito útil para torcer e dobrar um objeto com facilidade. Clique na malha para adicionar pinos nos pontos onde queremos que o elemento para dobrar em torno

Em myjrgmiranda.blogs.sapo.pt

Operação Bairro Legal chegou à Avenida Engenheiro Abdias de Carvalho, importante via da cidade que corta os bairro da Ilha do Retiro, Prado e Torrões. A comunidade de Roda de Fogo e a UR-7 também receberam as ações. A ação aconteceu em parceria com a Gerência de Operações, Guarda Municipal, Companhia de

Em www.blogdasppps.com

A Guerra S.A., reforçando sua tradição de inovação e buscando surpreender constantemente seus clientes, lança o Tanque Cilíndrico Linha Garra. Este lançamento tem como destaque a aquisição de 30 conjuntos (60 pinos ) no modelo bitrem pela transportadora goiana RG LOG, um grande cliente da Guerra que

Em www.caminhoes-e-carretas.com
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


É com espanto que vejo que na conjugação do verbo haver aparecer a forma houveram. Sempre aprendi que a 3.ª pessoa do plural do pretérito perfeito não existe. Podem-me explicar se é moda nova?!
A flexão do verbo haver varia consoante o seu emprego. Assim, quando este é empregue como verbo principal, com os sentidos de “existir” (em 1.a), de "ter decorrido" (em 2.a) e de “acontecer” (em 3.a), ele é impessoal, i.e., utiliza-se apenas na 3.ª pessoa do singular. Daí a má formação das frases 1.b), 2.b) e 3.b), assinaladas com asterisco (*):

1. a) Houve muitos deputados investigados.
b) * Houveram muitos deputados investigados.

2. a) Havia duas horas que estava à espera.
b) * Haviam duas horas que estava à espera.

3. a) Na semana passada houve muitos acidentes.
b) * Na semana passada houveram muitos acidentes.

Quando é empregue como verbo principal com outros sentidos que não os de "existir", "ter decorrido" ou "acontecer", é flexionado em todas as pessoas:

4. a) Os organizadores do colóquio houveram por bem encomendar uma sondagem. [achar, considerar]
b) E que bem se houveram os portugueses no confronto! [avir-se]

O verbo haver emprega-se ainda como auxiliar em tempos compostos, sendo também flexionado em todas as pessoas:

5. As encomendas haviam sido entregues.

Como se pode ver pelas frases 4-5, a 3.ª pessoa do plural do pretérito perfeito do verbo haver existe, pelo que o conjugador deve incluí-la, não podendo é ser utilizada nos casos em que o verbo é impessoal.




1. Mal-formação ou malformação genética? Plural: malformações? 2. Como é mais correto: má perfusão ou mal-perfusão? Ex.: "hipofluorescência por má perfusão sub-retiniana compatível com degeneração miópica" // "hipofluorescência por mal-perfusão sub-retiniana compatível com atrofia central areolar".
Em relação à primeira dúvida, a grafia correcta é malformação (plural: malformações), como pode verificar seguindo a hiperligação para o Dicionário Priberam da Língua Portuguesa.

Quanto à segunda dúvida, o termo que questiona não se encontra registado nos dicionários consultados nem como malperfusão (cuja forma correspondente inglesa malperfusion é de uso generalizado), nem como má-perfusão, pelo que se aconselha a grafia de locução: má perfusão.

Esta dúvida retoma a questão sobre o uso do advérbio mal justaposto a um substantivo: de acordo com as regras da língua portuguesa, um substantivo (ex.: ) é geralmente modificado por um adjectivo (ex.: ), o que está na origem de formas como má-fé (e não malfé), enquanto um verbo (ex.: fadar) é habitualmente modificado por um advérbio (ex.: mal), o que está na origem de formas como malfadar (e não maufadar).

Esta polémica já se fez sentir relativamente ao par malformação/má-formação, tendo o uso consagrado a forma malformação, seja por influência das formas francesa e inglesa malformation, seja pela percepção de mal- como um prefixo. Aliás, segundo o Vocabulário da Língua Portuguesa de Rebelo Gonçalves (Coimbra: Coimbra Editora, 1966, p. 630), o prefixo mal- escreve-se com hífen apenas quando o elemento que se lhe segue começa por vogal (ex.: mal-estar) ou h (ex.: mal-humorado); nos restantes casos, é sempre aglutinado (ex.: malcriado, malquerente, malsão).

Esta reflexão pode aplicar-se a ainda outras palavras como malcriação, malquerença ou malsonância.

pub

Palavra do dia

ar·ven·se ar·ven·se


(latim arvensis, -e)
adjectivo de dois géneros
adjetivo de dois géneros

1. Que cresce em terras cultivadas (ex.: espécie arvense).

2. Que produz grão ou forragem (ex.: cultura arvense; produções arvenses).

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/corta-pinos [consultado em 01-07-2022]