PT
BR
Pesquisar
Definições



sopro

A forma sopropode ser [primeira pessoa singular do presente do indicativo de soprarsoprar], [nome masculino plural] ou [nome masculino].

Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!
soprosopro
|sô| |sô|
( so·pro

so·pro

)


nome masculino

1. Leve agitação do ar.

2. Vento, brisa, aragem.

3. Bafo, hálito.

4. Poder, influxo, força, vontade (boa ou má).

5. Som; voz ténue, suspiro.

sopros


nome masculino plural

6. [Música] [Música] Conjunto dos instrumentos musicais de uma orquestra que se tocam com a boca.

vistoPlural: sopros |sô|.
iconPlural: sopros |sô|.
soprarsoprar
( so·prar

so·prar

)
Conjugação:regular.
Particípio:regular.


verbo transitivo

1. Dirigir o sopro para.

2. Agitar com o sopro.

3. Apagar com um sopro.

4. Bafejar, expelir.

5. Avivar as chamas de. = ATEAR

6. Suscitar, estimular.

7. Provocar algo de maneira oculta.

8. Dizer de maneira indirecta ou camuflada. = INSINUAR, SUGERIR

9. Dizer algo às escondidas ou em voz baixa. = COCHICHAR, SEGREDAR


verbo intransitivo

10. Agitar-se.

11. Fazer vento. = VENTAR

12. Emitir sopro.

13. [Informal] [Informal] Denunciar (em segredo).

14. [Informal] [Informal] Dar com a língua nos dentes, cometer inconfidência.

sinonimo ou antonimoSinónimoSinônimo geral: ASSOPRAR

etimologiaOrigem etimológica:latim suflo, -are.
Confrontar: superar.

Auxiliares de tradução

Traduzir "sopro" para: Espanhol Francês Inglês

Anagramas



Dúvidas linguísticas



Minha dúvida é: Por que passei a vida estudando que o correto é falar para eu fazer, para eu comer, e etc., se a frase É fácil para mim estudar não está errada? Podem explicar essa última frase.
De facto, nos contextos exemplificados com duas orações na resposta para eu/para mim (ex.: isto é para eu fazer), deverá ser usado o pronome sujeito, pois na oração para eu fazer, o pronome desempenha essa função de sujeito. No caso do exemplo É fácil para mim estudar, o contexto é semelhante àquele referido na resposta pronomes pessoais rectos e oblíquos, em que o pronome não desempenha a função de sujeito, pois esta frase pode ser decomposta em Estudar [sujeito] é fácil [predicado] para mim [adjunto adverbial de interesse].



Qual a forma verbal correcta nestas duas frases: "Trata-se ou Tratam-se de pessoas que não sabem o que fazem"?
A frase correcta é Trata-se de pessoas que não sabem o que fazem.

Neste exemplo, o verbo tratar tem um sentido próximo de “ser”, sendo indissociável do clítico se e da preposição de. A construção tratar-se de funciona como um verbo impessoal, i.e., utiliza-se apenas na 3.ª pessoa do singular, dado que é usada em frases sem sujeito. A frase *Tratam-se de pessoas que não sabem o que fazem é agramatical (como indica o asterisco) porque o sintagma pessoas que não sabem o que fazem, com o qual o verbo concorda, é erradamente considerado o sujeito da frase.

A construção acima descrita não deve ser confundida com o predicado verbal da frase Eles tratam-se da doença numa clínica suíça. Neste caso, o verbo tratar é usado na acepção de “curar” e concorda com o sujeito da frase (Eles).