Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

pêra-de-amorim

pêra-de-amorimpera-de-amorimpêra-de-amorimpera-de-amorim | n. f.
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

pê·ra·-de·-a·mo·rim |ê|pe·ra·-de·-a·mo·rim |ê|pê·ra·-de·-a·mo·rim |ê|pe·ra·-de·-a·mo·rim |ê|


nome feminino

[Agricultura]   [Agricultura]  Variedade de pêra muito sumarenta. = AMERIM, AMORIM, FIGUEIROA, LAMBE-LHE-OS-DEDOS, PÊRA-DE-AMERIM

Plural: peras-de-amorim.Plural: peras-de-amorim.

• Grafia alterada pelo Acordo Ortográfico de 1990: pera-de-amorim.
• Grafia anterior ao Acordo Ortográfico de 1990: pêra-de-amorim.


• Grafia alterada pelo Acordo Ortográfico de 1990: pera-de-amorim.
• Grafia anterior ao Acordo Ortográfico de 1990: pêra-de-amorim

pub

Parecidas

Esta palavra em blogues

Ver mais

Estádio do Padroense em Padrão da Légua 3.ª Jornada da Série 1 da Divisão de Elite da AF Porto Árbitro: João Sousa Padroense 1-1 Nogueirense Ao intervalo: 0-0 Marcadores: Ricardo Diogo (46) e Pedro Freitas (82) Ação disciplinar: Cartão amarelo para Mesquita (5), Pera (81), Dani (86). Vermelho para

Em futebol matosinhos

colegas em competição, conhece-los num ambiente mais descontraído. É claro que queríamos ganhar, mas só tínhamos treinos de dois em dois dias, podíamos ir passear nas folgas… os portugueses puseram-me logo bastante à vontade – o Nuno Gomes, o Luís Filipe, o Rúben Amorim -, o próprio David Luiz (…) sabes

Em O INDEFECTÍVEL

, um herói quer aio, e um houve multum in parvo (“dizer muitas coisas em poucas palavras”). Carlos Abreu Amorim , o aio, meteu todos os discursos políticos, do “Pro Sestio” de Cícero ao “O culto do indivíduo” de Nikita Khrushchev, numa sapatilha com o seu “Discurso do indigno”: “Vimos ontem apenas

Em Pratinho de Couratos

ingredientes e um dos que garante mais autenticidade é o perico de Fontoura, uma pereira singular, que é vendida a 5 euros o quilo e que está quase esquecida no Minho e em risco de desaparecer. Mas há mais, a diversidade varietal é grande. Há a pêra D. Joaquina (ou de água), a Amorim , a Arratel, de Lanhezes…

Em Tupiniquim

, respiramos imediatamente a forte memória histórica que os mesmos encerram. Por ser tão antiga, a história desta quinta é construída por várias famílias, quase todas de origem portuguesa. Em 1999 a família Amorim (a das rolhas de cortiça :-P) compra-a em resultado de um namoro antigo e fruto da sua paixão

Em no_meu_palato.blogs.sapo.pt
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


A minha dúvida é como se escreve correctamente esquece e comece, o c é com cedilha ou sem cedilha?
Como pode verificar no capítulo Sinais ortográficos da Gramática do Dicionário Priberam da Língua Portuguesa, a cedilha apenas se coloca sob o c antes das vogais a, o ou u e nunca antes de e ou i. De acordo com esta regra, as formas correctas são esquece e comece.



Sempre aprendi que o correto era falar supérfulo. Porém de uns anos para cá vejo pessoas falando supérfluo e sempre imaginei que elas estavam falando errado. Procurei no dicionário Priberam e vi que supérfulo não existe. Está incorreto mesmo? Realmente não existe? Se eu falar vou passar vergonha? Sempre aprendi que assim era correto e sentirei dificuldade de falar supérfluo pois sempre imaginei ser errado. Podem me ajudar e me dizer qual das pronúncias está correta e se supérfulo realmente está errado?
A única forma correcta e atestada em dicionários é supérfluo, adjectivo derivado do latim superfluus.
O fenómeno que acontece em supérfluo, quando erradamente pronunciado ou escrito *supérfulo, é denominado por metátese e corresponde a uma troca de letras ou sons no interior de uma palavra. Há casos em que a metátese reflecte uma mudança linguística, isto é, corresponde efectivamente a uma alteração na evolução de uma palavra enquadrada na história da língua (é o caso, por exemplo, do advérbio latino semper que evoluiu para o português sempre). Não parece, porém, tratar-se de mudança linguística o que acontece com a metátese em supérfluo, quando pronunciado ou escrito *supérfulo. Em português, a estrutura regular de uma sílaba é uma sequência consoante-vogal (ex.: ba-ta-ta); há inúmeros casos que não seguem esta estrutura, mas esta é estatisticamente aquela que é mais frequente. Por este motivo, muitos falantes tendem a manter este padrão na pronúncia e a sequência consonântica -fl- seguida da sequência vocálica -uo em supérfluo é transformada numa sequência consoante-vogal-consoante-vogal (-fulo), fazendo uma regularização silábica abusiva e originando uma forma incorrecta *supérfulo.

Poderá consultar também outra resposta sobre o mesmo assunto em pronúncia de impregnar.

pub

Palavra do dia

al·pe·chim al·pe·chim


(espanhol alpechín)
nome masculino

1. Sumo negro e amargo das azeitonas.

2. Resíduo do fabrico do azeite. = ÁGUA-RUÇA


SinónimoSinônimo Geral: ALPERCHIM

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/p%C3%AAra-de-amorim [consultado em 28-11-2021]