Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

escarificação

escarificaçãoescarificação | n. f.
derivação fem. sing. de escarificarescarificar
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

es·ca·ri·fi·ca·ção es·ca·ri·fi·ca·ção


(latim scarificatio, -onis, escarificação, golpe na casca, amanho da terra)
nome feminino

1. Acto ou efeito de escarificar.

2. [Medicina]   [Medicina]  Incisão superficial na pele, feita com bisturi, lanceta ou escarificador. = SARJA

3. Técnica de modificação corporal que consiste em cortes superficiais na pele, produzindo cicatrizes mais ou menos pronunciadas (ex.: em algumas culturas, a escarificação é considerada um símbolo de beleza).


es·ca·ri·fi·car es·ca·ri·fi·car

- ConjugarConjugar

(latim scarifico, -are)
verbo transitivo

1. Fazer incisões sobre. = GOLPEAR, SARJAR

2. Abrir a terra com escarificador.

3. Produzir escaras em.

4. Fazer incisões superficiais sobre a pele, para fins decorativos.

pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "escarificação" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Esta palavra em blogues

Ver mais

...e Biologia Molecular do INIA La Cruz inicia-se o trabalho de lavagem, desinfecção e escarificação das sementes do tomate variedade “Poncho Negro”, aplicando todos os protocolos de esterilização para...

Em Caderno B

do plantio direto com uma escarificação , com descompactação da camada superficial a 0,26 centímetros..

Em Caderno B

nenhum tipo de rito tribal de escarificação ..

Em Geopedrados

Significa incisão na pele A escarificação é o uso de cicatrizes controladas para formar arte corporal, sendo diferente de uma...

Em quemestaesta.blogs.sapo.pt

Significa incisão na pele A escarificação é o uso de cicatrizes controladas para formar arte corporal, sendo diferente de uma...

Em quartominguante.blogs.sapo.pt
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


Como dizer correctamente: ...a área que mais lhe fascina ou ... a área que mais a fascina?
O verbo fascinar é tradicionalmente registado nos dicionários como transitivo directo, isto é, como um verbo que selecciona um complemento nominal obrigatório que não é introduzido por uma preposição (ex.: esta área fascinou o aluno), não sendo consideradas aceitáveis construções com um complemento indirecto, isto é, um complemento nominal obrigatório introduzido por uma preposição (ex.: *esta área fascinou ao aluno; o asterisco indica agramaticalidade). Quando há pronominalização dos complementos de terceira pessoa, o complemento directo corresponde aos pronomes pessoais o, a os, as e o complemento indirecto aos pronomes pessoais lhe, lhes. Assim, relativamente aos exemplos acima referidos, a pronominalização do complemento directo da frase esta área fascinou o aluno deve ser feita com o pronome o (esta área fascinou-o), pois trata-se de um complemento directo, e não com o pronome lhe (*esta área fascinou-lhe).

Em relação às frases apontadas na dúvida colocada, o caso é o mesmo. Deverá ser usada a construção a área que mais a fascina (equivalente a a área que mais fascina alguém) e não a construção *a área que mais lhe fascina (equivalente a *a área que mais fascina a alguém).




Tenho uma dúvida persistente sobre a pronúncia de algumas palavras que mudam a pronúncia do /ô/ por /ó/, como em ovo e ovos quando no plural. Existe alguma regra que me ajudaria nisto, haja visto que procurei em alguns dicionários e não encontrei referência alguma? Minhas maiores dúvidas são com respeito ao plural das palavras rosto, gostoso e aborto.

A letra o destacada em rosto(s) e em aborto(s) pronuncia-se [o] (no alfabeto fonético, o símbolo [o] lê-se ô), vogal posterior semifechada, como a letra o da primeira sílaba de boda(s). Nestes casos, e contrariamente ao caso de ovo/ovos, não existe alternância vocálica entre o singular e o plural (a este respeito, veja-se a resposta plural com alteração do timbre da vogal tónica).

No caso de gostoso, há uma ligeira diferença entre a norma portuguesa e a norma brasileira: em Portugal a primeira sílaba pronuncia-se g[u]s- e no Brasil pronuncia-se g[o]s- (lê-se ô), quer no singular quer no plural. Por outro lado, e tanto no português europeu como no brasileiro, as palavras formadas com o sufixo -oso [ozu] (lê-se ô) alteram no plural para -osos [ɔzuʃ] (lê-se ó): assim, em Portugal pronuncia-se gostoso [guʃ'tozu] no singular e gostosos [guʃ'tɔzuʃ] no plural; no Brasil lê-se gostoso [gos'tozu] no singular e gostosos [gos'tɔzus] no plural.

Existem dicionários, como o Dicionário da Língua Portuguesa Contemporânea (Lisboa: Academia das Ciências de Lisboa/Verbo, 2001) ou o Grande Dicionário – Língua Portuguesa (Porto: Porto Editora, 2004), que possuem transcrição fonética, geralmente de acordo com a norma de Lisboa e do Centro, de quase todas as palavras a que dão entrada (no caso do Dicionário da Língua Portuguesa Contemporânea da Academia das Ciências também são transcritos plurais com alternância vocálica ou com outras irregularidades fonéticas), pelo que poderão constituir um instrumento de apoio para a resolução de dúvidas como esta.


pub

Palavra do dia

o·ven·çal o·ven·çal


(ovença + -al)
nome masculino

1. [Antigo]   [Antigo]  Pessoa encarregada de uma despensa. = DESPENSEIRO, ECÓNOMO

2. [Antigo]   [Antigo]  Cobrador de rendas.

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/escarifica%C3%A7%C3%A3o [consultado em 19-10-2021]