Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

capuco

capucocapuco | n. m.
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

ca·pu·co ca·pu·co


(origem duvidosa)
nome masculino

[Brasil]   [Brasil]   [Agricultura]   [Agricultura]  Espiga de milho depois de esbagoada.Ver imagem = BATUERA, CAROLO, SABUGO

pub

Parecidas

Esta palavra no dicionário

Ver mais

Esta palavra em blogues

Ver mais

Nuno Capuco regressa ao Varzim depois da passagem na época 15-16..

Em rematedigital.blogs.sapo.pt

Chamam me “ capuco ” por exemplo agora chamam me “Silas” por causa do ator de uma novela...

Em BLOG LEIXÕES

Já o angolano Alberto Jovet Capuco , que há 10 anos veio para a Alemanha, acha importante dividir a experiência...

Em paginaglobal.blogspot.com
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


Sou assíduo consultor do site da Priberam para dúvidas sobre significação de palavras. Mas não consegui entender a diferença entre as palavras aluguéis e alugueres. Poderiam por favor esclarecer-me?
Aluguéis é a forma do plural do substantivo aluguel. Alugueres é a forma do plural do substantivo aluguer. As duas palavras aluguel e aluguer são sinónimas, sendo a primeira mais usada no português do Brasil e a segunda no português de Portugal.



Diz-se "vendem-se casas" ou "vende-se casas"?
Do ponto de vista exclusivamente linguístico, nenhuma das duas expressões pode ser considerada incorrecta.

Na frase Vendem-se casas, o sujeito é casas e o verbo, seguido de um pronome se apassivante, concorda com o sujeito. Esta frase é equivalente a casas são vendidas.

Na frase Vende-se casas, o sujeito indeterminado está representado pelo pronome pessoal se, com o qual o verbo concorda. Esta frase é equivalente a alguém vende casas.

Esta segunda estrutura está correcta e é equivalente a outras estruturas muito frequentes na língua com um sujeito indeterminado (ex.: não se come mal naquele restaurante; trabalhou-se pouco esta semana), apesar de ser desaconselhada por alguns gramáticos, sem contudo haver argumentos sólidos para tal condenação. Veja-se, por exemplo, a Nova Gramática do Português Contemporâneo, de Celso CUNHA e Lindley CINTRA [Edições Sá da Costa, 1984, 14ª ed., pp. 308-309], onde se pode ler “Em frases do tipo: Vendem-se casas. Compram-se móveis. considera-se casas e móveis os sujeitos das formas verbais vendem e compram, razão por que na linguagem cuidada se evita deixar o verbo no singular”.

pub

Palavra do dia

pas·si·nhar pas·si·nhar


(passinho, diminutivo de passo + -ar)
verbo intransitivo

Dar passos muito pequenos; andar com pequenos passos. = PASSARINHAR, PASSARITAR

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/capuco [consultado em 01-12-2021]