PT
BR
Pesquisar
Definições



desmanchar

A forma desmancharpode ser[verbo pronominal], [verbo transitivo e pronominal] ou [verbo transitivo].

Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!
desmanchar1desmanchar1
( des·man·char

des·man·char

)
Conjugação:regular.
Particípio:regular.


verbo transitivo

1. Anular ou modificar a forma, a aparência. = DESARRANJAR, DESCOMPOR, DESFAZER

2. Deitar abaixo.

3. Desarticular, partir aos pedaços ou desossar uma peça de carne.

4. Não levar a efeito. = RESCINDIR, REVOGAR

5. [Informal] [Informal] Provocar um aborto.


verbo transitivo e pronominal

6. Tirar ou perder o controlo das reacções.


verbo pronominal

7. Desfazer-se.

8. Desconjuntar-se ao andar; menear-se muito.

9. [Informal] [Informal] Fazer algo excessiva ou exageradamente (ex.: desmanchar-se em elogios).

10. [Informal] [Informal] Dizer (por descuido) o que não deveria ser revelado. = DESCAIR-SE

etimologiaOrigem etimológica:francês antigo desmancher, tirar o cabo, hoje francês démancher.
desmanchar2desmanchar2
( des·man·char

des·man·char

)
Conjugação:regular.
Particípio:regular.


verbo transitivo

Tirar uma ou mais manchas. = DESENODOAR

etimologiaOrigem etimológica:des- + manchar.

Auxiliares de tradução

Traduzir "desmanchar" para: Espanhol Francês Inglês

Anagramas



Dúvidas linguísticas



Como se deve dizer? Filhó (singular) Filhós (plural) ou Filhós (singular) Filhoses (plural)?
A palavra filhós, por analogia com palavras terminadas pelo mesmo som (ex.: retrós, voz), forma o plural filhoses (ex.: escolheu a filhós mais pequena; as filhoses ainda estão quentes). Trata-se de uma variante da palavra filhó que, por sua vez, forma o plural filhós (ex.: a filhó é um doce típico do Natal; comeu duas filhós). Ao processo de uma forma plural passar a ser empregue para designar também o singular, Evanildo Bechara dá o nome de "plural cumulativo" (ver Moderna Gramática Portuguesa, Rio de Janeiro: Editora Lucerna, 2002, pp. 128-129). O mesmo fenómeno acontece com os substantivos ilhó e ilhós, eiró e eirós, lilá e lilás, por exemplo.

Apesar de alguns autores condenarem o uso da forma filhós para designar o singular, a mesma e o respectivo plural filhoses surgem atestados nas principais obras lexicográficas de língua portuguesa, como o Vocabulário da Língua Portuguesa (Coimbra: Coimbra Editora, 1966), de Rebelo Gonçalves, o Dicionário da Língua Portuguesa Contemporânea da Academia das Ciências de Lisboa (Lisboa: Academia das Ciências de Lisboa / Editorial Verbo, 2001) ou o Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa, (Rio de Janeiro: Editora Objetiva, 2001 / Lisboa: Círculo de Leitores, 2002).




Qual a escrita correcta para o planeta? Urano ou Úrano?
Os vocabulários tidos como as maiores referências para o português europeu (Vocabulário da Língua Portuguesa, de Rebelo Gonçalves e Grande Vocabulário da Língua Portuguesa, de José Pedro Machado) registam apenas a forma Úrano, referindo Rebelo Gonçalves que a forma Urano, apesar de corrente, “é inexacta”. Esta indicação deve-se à forma latina Uranus, em que o U da antepenúltima sílaba é uma vogal longa (sendo o -a- da penúltima sílaba uma vogal breve), o que corresponde geralmente a uma palavra esdrúxula em português.

No entanto, parece ter havido uma regularização da acentuação da palavra (em português, o padrão mais regular de acentuação é o das palavras graves, isto é, acentuadas na penúltima sílaba), e é de facto muito corrente a forma Urano, inclusivamente com registo em dicionários. Por este motivo, e apesar de a forma Úrano ser a preferida pelos autores mais puristas, pode hoje considerar-se aceitável também a forma Urano.