Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub

pub

por����o

Palavra não encontrada. Sugerir a inclusão no dicionário da palavra pesquisada.
pub

Dúvidas linguísticas


Nas frases que se seguem estará correcta a repetição da preposição por? 1. O acordo foi assinado pelo ministro português da Agricultura e pelo seu homólogo angolano. 2. A decisão para apoiar uma candidatura comum foi igualmente aprovada pelas organizações regionais africanas, pela União Africana, pelo Conselho dos Assuntos Económicos e Sociais e pela maior parte dos governos africanos.
Nas frases referidas, a preposição por está correctamente utilizada, pois trata-se de construções passivas (foi assinado e foi aprovada são formas do pretérito perfeito de assinar e aprovar, na voz passiva). Os sintagmas introduzidos pela preposição por (nas formas pelo, pelas ou pela, resultantes da contracção com os artigos o, as ou a) correspondem ao agente da passiva. Nos exemplos acima, este agente da passiva é complexo, isto é, é constituído por duas ou mais partes coordenadas pela conjunção e:

1. O acordo foi assinado pelo ministro português da Agricultura e pelo seu homólogo angolano.
2. A decisão para apoiar uma candidatura comum foi igualmente aprovada pelas organizações regionais africanas, pela União Africana, pelo Conselho dos Assuntos Económicos e Sociais e pela maior parte dos governos africanos.

Nestes casos, a omissão da preposição pode gerar dificuldades de interpretação ou mesmo agramaticalidade.




Gostaria de saber se a utilização do verbo "comer" como substantivo, em vez do mais comum "comida" pode ser considerada correcta, por exemplo nas seguintes expressões: "o comer está óptimo" ou "vou preparar o comer"
Não há nenhuma incorrecção nas frases o comer está óptimo ou vou preparar o comer, mas o substantivo comer é por vezes considerado como sendo próprio de um registo de língua informal.

Este tipo de derivação por mudança de categoria gramatical sem alteração da forma (neste caso obtém-se um substantivo a partir de um verbo) denomina-se conversão ou derivação imprópria (por não ter a junção de afixos) e é muito usual na língua (ex.: o saber não ocupa lugar, achava interessante o falar do ancião).

Palavra do dia

vi·ei·ra vi·ei·ra


(latim veneria, -ae)
nome feminino

1. [Zoologia]   [Zoologia]  Molusco bivalve (Pectem maximus), da família dos pectinídeos, com uma valva vermelha e a outra branca.

2. Concha desse molusco.

3. [Religião católica]   [Religião católica]  Concha de romeiro, em especial dos romeiros de Santiago de Compostela. = VENERA

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/por%C3%AF%C2%BF%C2%BD%C3%AF%C2%BF%C2%BD%C3%AF%C2%BF%C2%BD%C3%AF%C2%BF%C2%BDo [consultado em 25-07-2021]