Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub

pub
Palavra não encontrada. Sugerir a inclusão no dicionário da palavra pesquisada.
pub

Dúvidas linguísticas


Gostaria de saber qual a grafia correta na língua portuguesa dentre as palavras citadas: moçarela, mossarela, mozarela, muçarela, mussarela, muzarela, mozzarela, muzzarela. Acredito que seja a primeira, mas tenho alguma dúvida.
O aportuguesamento de estrangeirismos coloca muitas vezes problemas de adaptação e sistematização ortográfica.

Das variantes que refere, mozarela é o aportuguesamento mais consensual da forma italiana mozzarella, estando registado em quase todos os dicionários de língua portuguesa. Para além desta forma, encontram-se registadas no Dicionário Priberam da Língua Portuguesa outras formas, também registadas em outros dicionários e vocabulários.

A forma muçarela está atestada no Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa da Academia Brasileira de Letras (VOLP-ABL), no Dicionário Houaiss, no Dicionário Aurélio e no Dicionário Aulete. Menos consensuais são as formas moçarela (atestada no Dicionário Aurélio), mussarela (atestada no Dicionário Aulete) e muzarela (atestada no VOLP-ABL).

Pesquisas em corpora e motores de busca indicam que todas as formas diferentes de mozarela e da forma italiana mozzarella são pouco usadas no português europeu.




Tenho ouvido e visto frequentemente pessoas utilizarem as palavras "câmara" e "câmera". A minha dúvida é se a segunda tem algum significado mais estrito do que a primeira ou se simplesmente não existe na Língua Portuguesa. Quais os contextos em que devemos adoptar uma e outra?
As grafias câmara e câmera coexistem na língua portuguesa e a alternância -a-/-e- remonta ao latim camera/camara, que está na origem de formas com -e- do francês (caméra), do inglês (camera) e do italiano (camera), por um lado, e com -a- do espanhol (cámara), por outro. No português, mantiveram-se os dois radicais, sendo que, segundo o Dicionário da Língua Portuguesa Contemporânea da Academia das Ciências de Lisboa, a grafia câmera é um brasileirismo, utilizada apenas num conjunto restrito de sentidos, sendo câmara a grafia do português europeu. Esta informação não é corroborada pelo Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa, que remete a grafia câmera para câmara, sem indicar que se trata de brasileirismo, referindo no entanto que a forma com -e- é de uso corrente, especialmente nas acepções de "dispositivo ou aparelho óptico". É de referir ainda que, apesar de a forma câmara ser estatisticamente mais usual em Portugal, encontram-se na oralidade muitas ocorrências de câmera. Além disso, há derivados de câmera, como bicameral, por exemplo, que não têm o equivalente com -a-.

Palavra do dia

ar·ca·no ar·ca·no
(latim arcanus, -a, -um, fechado, escondido, discreto, oculto, secreto)
adjectivo
adjetivo

1. Que encerra ou contém mistério ou segredo profundo. = ENIGMÁTICO, OCULTO, MISTERIOSO, SECRETO

2. Que é difícil de compreender.

substantivo masculino

3. Aquilo que contém uma causa oculta ou incompreensível. = ÁDITO, ENIGMA, MISTÉRIO, PENETRAIS, SEGREDO

4. Lugar secreto.

5. Remédio secreto.

6. Cada uma das cartas do tarô.

pub

Mais pesquisadas do dia

Siga-nos



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2013, https://dicionario.priberam.org/opportunity%20areas [consultado em 18-11-2019]