Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub

pub
jiu-jitsujiu-jitsu | s. m.
jiu-jítsujiu-jítsu | s. m.
Será que queria dizer jiu-jitsu?
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

ji·u·-jit·su ji·u·-jit·su
(do japonês)
substantivo masculino

[Desporto]   [Esporte]  Sistema de luta corpo a corpo, de origem japonesa, que compreende, simultaneamente, um método de desenvolvimento físico e uma arte de defesa sem armas. = JIU-JÍTSU, JUJUTSU


ji·u·-jít·su ji·u·-jít·su
(do japonês)
substantivo masculino

[Desporto]   [Esporte]  Sistema de luta corpo a corpo, de origem japonesa, que compreende, simultaneamente, um método de desenvolvimento físico e uma arte de defesa sem armas. = JUJÚTSU

pub

Parecidas

Palavras vizinhas

Esta palavra em blogues

Ver mais
Blogues do SAPO

Esta palavra no Twitter

Dúvidas linguísticas


Pergunta-se: Desculpe esse lugar é livre? ou está livre? Diz-se: O exercício é correcto ou está correcto?
Nas frases apontadas, aparentemente, deverá utilizar o verbo estar, pois trata-se, em ambos os casos, de uma qualidade ou estado não definitivo (ex.: esse lugar está livre, mas estará ocupado daqui a pouco; o exercício agora está certo, mas estava errado antes da correcção).

Num contexto específico, o primeiro exemplo poderá estar correcto com o verbo ser (ex.: esse lugar é livre [= não é um lugar reservado a ninguém] e poderá ser ocupado por qualquer pessoa).




Executa-se trabalhos de carpintaria e Executam-se trabalhos de carpintaria. Ambas as Frases estão gramaticalmente correctas? Na afirmativa, qual a preferível?
Do ponto de vista exclusivamente linguístico, as duas frases estão correctas, importando no entanto analisar ambas as estruturas para as compreender.

Assim, na estrutura da primeira frase (Executa-se trabalhos de carpintaria), estamos perante um pronome pessoal clítico -se, com função de sujeito impessoal que acompanha um verbo no singular, sendo semanticamente equivalente a “alguém executa trabalhos de carpintaria”. Na estrutura da segunda frase (Executam-se trabalhos de carpintaria), estamos perante um pronome pessoal clítico -se apassivante que surge com um verbo no plural a concordar com o sujeito que é trabalhos de carpintaria, sendo semanticamente equivalente a “trabalhos de carpintaria são executados”.

Do ponto de vista do uso da língua, a estrutura da primeira frase (Executa-se trabalhos de carpintaria) é por vezes desaconselhada por alguns gramáticos. Na Nova Gramática do Português Contemporâneo, de Celso CUNHA e Lindley CINTRA (Edições Sá da Costa, 1984, 14ª ed., pp. 308-309), há mesmo uma indicação de que “Em frases do tipo: Vendem-se casas. Compram-se móveis. considera-se casas e móveis os sujeitos das formas verbais vendem e compram, razão por que na linguagem cuidada se evita deixar o verbo no singular.”

pub

Palavra do dia

si·co·fan·ta si·co·fan·ta
(grego sukofántes, -ou)
substantivo de dois géneros

1. Pessoa que acusa ou denuncia. = ACUSADOR, DELATOR, DENUNCIANTE

2. Pessoa que dá ou inventa informações falsas. = CALUNIADOR, DIFAMADOR, MENTIROSO

pub

Mais pesquisadas do dia

Siga-nos



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2013, https://dicionario.priberam.org/jiu-j%C3%ADtsu [consultado em 10-12-2018]