Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

am��raco

Palavra não encontrada. Sugerir a inclusão no dicionário da palavra pesquisada.
pub

Dúvidas linguísticas


Peço auxílio para a composição de palavras com prefixos gregos e latinos. Quando são em justaposição e quando são em aglutinação? Minha dúvida neste momento é com a palavra intra + esclerótico.
A existência ou não de hífen depois de prefixos gregos e latinos é difícil de sistematizar em poucas linhas, pois isso difere consoante os prefixos (há até divergências ligeiras entre a norma europeia e a norma brasileira do português, por serem diferentes as obras de maior referência neste aspecto).

No caso de intra- (este caso aplica-se também aos prefixos contra-, extra-, infra-, supra- e ultra-), de acordo com a Base XXIX do Acordo Ortográfico de 1945, deve usar-se hífen antes de palavras iniciadas por vogal (ex.: intra-arterial, intra-ocular), h (ex.: intra-hepático), r (ex.: intra-raquidiano) ou s (ex.: intra-sinovial). Assim sendo, deve escrever-se intra-esclerótico segundo o Acordo Ortográfico de 1945, para o português de Portugal, ou o Formulário Ortográfico de 1943, para o português do Brasil.

Com a aplicação do Acordo Ortográfico de 1990, e segundo a Base XVI, o prefixo intra- (assim como todos os prefixos ou elementos prefixais com o mesmo contexto ortográfico, isto é, terminados na letra a) deve aglutinar-se sempre com o elemento seguinte (ex.: intraocular), excepto se este começar por a (ex.: intra-arterial) ou h (ex.: intra-hepático). No caso de o elemento seguinte começar por r ou s, essas consoantes devem ser dobradas (ex.: intrarraquidiano, intrassinovial). Assim sendo, deve escrever-se intraesclerótico segundo o Acordo Ortográfico de 1990.




Como é que devemos fazer a divisão silábica de palavras como: carro, pássaro...(sem ser para translineação)?
A sílaba é um conceito fonético, fonológico ou prosódico bastante intuitivo para os falantes de uma língua e a divisão silábica é feita deste ponto de vista e não do ponto de vista ortográfico. Assim, as palavras carro e pássaro dividem-se [ká-Ru] e [pá-sA-ru] (a transcrição anterior não é ortográfica, pois não se trata de um fenómeno da escrita).

A divisão silábica é, no entanto, muito útil às convenções ortográficas em que se baseia a nossa ortografia, pois auxilia nas divisões necessárias à translineação (mudança de linha ao escrever, escrevendo parte da palavra na linha de cima e outra parte na linha de baixo). Por este motivo se faz muitas vezes a divisão silábica para translineação, que tem por base a divisão silábica, mas, ao contrário desta, é muito pouco intuitiva, pois é convencionada pelos textos legais que regulam a ortografia (o Acordo Ortográfico de 1990 ou, antes da aplicação da nova ortografia, o Acordo Ortográfico de 1945, para o português europeu e o Formulário Ortográfico de 1943, para o português do Brasil) e pelas obras de referência, com regras muito específicas e rígidas.

As divergências são muitas, devido aos símbolos ortográficos utilizados para representar os sons ou a outros constrangimentos relativos à representação gráfica. Um exemplo paradigmático é justamente o caso das consoantes duplas, que representam geralmente um único som com dois símbolos ortográficos e deverão ficar separados na translineação (ex.: car-ro; pás-sa-ro), por motivos exteriores à divisão silábica, que resultam essencialmente das convenções ortográficas em vigor.

Palavra do dia

fan·til fan·til


(origem obscura)
adjectivo de dois géneros
adjetivo de dois géneros

1. Que tem bom tamanho e é considerado de boa raça (ex.: cavalo fantil).

2. Que tem os traços certos ou ideais para produzir boas crias (ex.: égua fantil).

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/am%C3%AF%C2%BF%C2%BD%C3%AF%C2%BF%C2%BDraco [consultado em 06-07-2022]