Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

"furta-cor" em Blogues

cor diferente no pisante, às vezes duas, outro dia vi uma chuteira furta-cor . Por que não uma chuteira arco-íris? E fabricantes do calçado ganhariam um marketing positivo grátis. Em 2018, o suíço Shaqiri usou chuteira com a bandeira de Kosovo. Teve multa, mas não lembro de cartão amarelo por uso de

Em blog0news

Ó minha deusinha abandonada, minha encantada Despina, senhora das sombras e das geadas, que bem sabe que somos nada. Minha deusinha branquela, desbotada, alva, como se tivesse sido banhada de alvejante. Minha deusinha fulgurante, que me parece amarela, negra, cambiante, furta-cor , arco-íris, me

Em Viva a Poesia

Maio Furta-Cor , dedicado às ações de conscientização e incentivo ao cuidado e promoção da saúde mental materna.

Em Caderno B

Estive hoje hermeneuta do modo como os cachorros vigiam o silêncio. Os cachorros colhem o silêncio como se o silêncio possuísse cachos. Os cachorros separam esses cachos em categorias de luz. Há cachos com silêncio-meio-cinza, há cachos com silêncio- furta-cor , há cachos com silêncio

Em paulinho assunção

Sérgio Godinho, o experimentador. Poeta, além de escritor de canções, performer, realizador, desenhador, homem dos sete instrumentos. Interventor. Escreveu canções que todos sabemos de cor (Com um Brilhozinho nos Olhos, A Noite Passada, Liberdade, É Terça-Feira, Barnabé... Chega?). Em fins de Abril

Em anabelamotaribeiro.pt

pergunta. Mas não se furta à resposta: Recentemente vendeu seus cinco supermercados por 86 milhões de cruzados “que ainda não pude receber”, tem uma papelaria, um laboratório de revelação em cores, três aviões de aluguel, 800 mesas de bilharito espalhadas pelos garimpos, três mil hectares de terra no

Em Manuel Dutra

["je parle aux murs", disse sílaba a sílaba o senhor jacques lacan. era um sábado furta-cor em paris, um sábado de frialdade metálica, amêndoas saltavam dos olhos de cães negros, de toda a parte surgiam os refugiados com as mãos estendidas, e as chatas com meninos e meninas pintados a carvão não

Em paulinho assunção

duzentas e cinquenta e seis mil cores das flores e as pequenas nascentes habitadas por rãs e salamandras furta-cor e pingos de chuva brilhando ao sol e sementes de dandelions que se espalham sopradas pelo vento.

Em an.temp.im

devia dizer uns gulosos olhos azuis? Quer dizer, eram mais furta-cor . Ora verdes, ora azuis, não era? Agora, está com câncer... Não mexa com a minha rainha. Cuide da sua. É tudo o que pode fazer agora. Eu não tenho mais medo da sua rainha. Veja o que faço com ela. ( Algum tempo se passa, e os dois não

Em O Dragão de São Jorge

["je parle aux murs", disse sílaba a sílaba o senhor jacques lacan. era um sábado furta-cor em paris, um sábado de frialdade metálica, amêndoas saltavam dos olhos de cães negros, de toda a parte surgiam os refugiados com as mãos estendidas, e as chatas com meninos e meninas pintados a carvão não

Em paulinho assunção

Palavra do dia

clo·ro·se |ró|clo·ro·se |ró|


(francês chlorose)
nome feminino

1. [Botânica]   [Botânica]  Amarelecimento ou branqueamento patológico das folhas ou de outros tecidos normalmente verdes de uma planta, geralmente por deficiência de nutrição (ex.: clorose matizada).

2. [Medicina]   [Medicina]  Anemia que atinge geralmente mulheres jovens, caracterizada por uma palidez amarelada ou esverdeada e excessiva fraqueza, associada a perturbações menstruais. = CLOREMIA

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/Uso/Blogues/furta-cor [consultado em 29-11-2022]