Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub

pub
Palavra não encontrada. Se procurava uma das palavras seguintes, clique nela para consultar a sua definição.
arca num
Arcamos (norma brasileira, na grafia pré-Acordo Ortográfico)
Arcando (norma brasileira, na grafia pós-Acordo Ortográfico)

Caso a palavra que procura não seja nenhuma das apresentadas acima, sugira-nos a sua inclusão no dicionário.
pub

Dúvidas linguísticas


Deparei-me com um problema linguístico ao qual não sei dar resposta. Como se deve escrever: semi sombra, semisombra, semi-sombra ou semissombra?
A grafia correcta é semi-sombra, se estiver a utilizar a ortografia segundo o Acordo Ortográfico de 1945, isto é, anterior ao Acordo Ortográfico de 1990. Segundo o Acordo de 1945, na base XXIX, e segundo o Vocabulário da Língua Portuguesa, de Rebelo Gonçalves, o prefixo semi- só se escreve com hífen quando a palavra que se lhe segue começa por h (ex.: semi-homem), i (ex.: semi-inconsciente), r (ex.: semi-racional) ou s (ex.: semi-selvagem). Já o Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa, da Academia Brasileira de Letras, acrescenta que este prefixo é grafado com hífen sempre que a palavra que se lhe segue começa por qualquer vogal. Daí a divergência na escrita entre a norma portuguesa (ex.: semiaberto, semiesfera, semioficial, semiuncial) e a norma brasileira (ex.: semi-aberto, semi-esfera, semi-oficial, semi-uncial).

Se, porém, estiver a utilizar a grafia segundo o Acordo Ortográfico de 1990, a grafia correcta é semissombra. Segundo este acordo, na sua Base XVI, não se emprega o hífen "nas formações em que o prefixo ou falso prefixo termina em vogal e o segundo elemento começa por r ou s, devendo estas consoantes duplicar-se" (ex.: semirracional, semissegredo). Ainda segundo esta mesma base, deixa de haver divergência entre a norma portuguesa e a brasileira, pois apenas deverá ser usado o hífen quando a palavra seguinte começa por h (ex.: semi-histórico) ou pela mesma vogal em que termina o prefixo (ex.: semi-internato) e não quando se trata de vogal diferente (ex.: semiautomático).




Sou utilizadora do vosso site, nomeadamente costumo utilizar o dicionário, mas tenho algumas dúvidas, dado que algumas palavras que pesquisei e que, tanto quanto me recordo, me foram ensinadas na escola como sendo escritas com dois "c", ex. toraccica, no vosso dicionário surgem apenas com um "c". Assim, solicito que me esclareçam qual o motivo desta diferença, nomeadamente se tem que ver com o acordo ortográfico celebrado com o Brasil. Então como devo ensinar o meu filho que está a aprender esta matéria na escola?
Mais solicito que esclareçam se o dicionário é apenas de português de Portugal ou se inclui alguns termos em português do Brasil.
O adjectivo torácico escreve-se só com um c, quer no português europeu, quer no português do Brasil, uma vez que deriva da palavra grega thorakikós, como pode verificar seguindo a hiperligação para o Dicionário Priberam.

O Dicionário Priberam da Língua Portuguesa é um dicionário de português europeu, cuja nomenclatura compreende o vocabulário geral, bem como os termos mais comuns das principais áreas científicas e técnicas da língua portuguesa contemporânea. Tratando-se de uma obra lexicográfica regida pela norma europeia do português, geralmente não inclui variantes gráficas da norma brasileira.

Palavra do dia

ma·ca·co·a |ô| ma·ca·co·a |ô|
(macaco + -oa)
substantivo feminino

1. [Informal]   [Informal]  Doença pouco grave. = ACHAQUE

2. [Informal]   [Informal]  Doença sem causa conhecida.

pub

Mais pesquisadas do dia

Siga-nos



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2013, https://dicionario.priberam.org/Arkanum [consultado em 14-12-2019]